Após briga, Palmeiras e Cruzeiro vão se enfrentar com clima quente no domingo

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2018 10h07
Palmeiras/ DivulgaçãoCruzeiro x Palmeiras foi um jogo de divididas fortes o tempo todo

Depois do apito final do jogo entre Cruzeiro e Palmeiras, nesta quarta-feira (26), pela Copa do Brasil, aconteceu uma briga generalizada entre os jogadores. Houve troca de socos e tapas, que resultaram em 3 expulsões. E toda essa polêmica só deve aumentar até domingo (30), quando os times se enfrentarão de novo, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, às 11h (de Brasília).

O Palmeiras, que saiu eliminado, teve 2 expulsos, Diogo Barbosa e Mayke. O primeiro agrediu o zagueiro Léo. O outro levou um soco e reagiu contra Sassá, do Cruzeiro, que também foi expulso. É possível que nenhum deles comece jogando na próxima partida, pois não são titulares absolutos. Mas o clima está quente entre os jogadores que não trocaram expulsões também.

Os palmeirenses saíram criticando Sassá: “esse moleque é um covarde. Mas tranquilo, domingo ele vai jogar lá em São Paulo, a gente conversa com ele”, afirmou Dudu. Até Felipão chegou a ameaçar na saída para o vestiário: “Vocês vão lá domingo. Esperem sentadinhos”.

O cruzeirense Egídio, que teve passagem conturbada pelo Verdão, disparou provocações: “Eles apelaram feio. Apelou, perdeu. O Palmeiras é time grande, não pode dar uma de time pequeno como fez. Foi feio. Agora temos que comemorar e deixar eles chorarem”, disparou o cruzeirense em entrevista à Rádio Itatiaia. Certamente isso irá repercutir no vestiário alviverde e piorar o clima para domingo.

Além do confronto garantido no Brasileirão, ainda existe a possibilidade de Cruzeiro e Palmeiras se enfrentarem na Copa Libertadores. Caso eliminem Boca Juniors e Colo Colo, respectivamente, eles farão uma semifinal de pegar fogo.