Assistência, pênalti e título do Athletico-PR: Raphael Veiga comemora por voltar ao Palmeiras em alta

  • Por Jovem Pan
  • 13/12/2018 08h35
EFE/Hedeson AlvesRaphael Veiga celebra após cobrar 2º pênalti do Athletico-PR

Raphael Veiga terminou o ano de 2017 em uma situação complicada no Palmeiras. Ele tinha recebido poucas oportunidades de jogar e não conseguiu brilhar. Por isso foi emprestado ao Athletico-PR, rival do clube em que foi formado, o Coritiba. Mas um ano depois, Veiga está na melhor situação possível. Ele superou a rivalidade paranaense, recuperou o bom futebol no Furacão e venceu a final da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira (12).

Durante a temporada, principalmente no 2º semestre, Raphael já tinha se tornado um dos principais jogadores do Athletico-PR. No Brasileirão ele foi o 8º jogador mais decisivo, com 13 participações diretas em gols. Na decisão da Sul-Americana ele deu assistência para o gol de Pablo na grande final, além de criar outras jogadas perigosas. A partida terminou empatada por 1 a 1 e foi para os pênaltis. Veiga fez a segunda cobrança, que colocou o Atlético-PR na frente.

Após a partida, ele comentou sobre a frieza na hora da cobrança: “É treinamento. Tem que ser frio. A gente sabe da responsabilidade, mas treinamos bem”, disse ele, em entrevista à Fox.

Depois Veiga confirmou que voltará ao Palmeiras e comemorou a recuperação na carreira: “Vou voltar para o Palmeiras. Tive de tomar uma decisão difícil na carreira, saí, vim para o rival do Coritiba. Consegui sair daqui por cima”, comemorou.

No Palmeiras, Raphael Veiga vai correr risco de ter poucas oportunidades novamente, pois o elenco está recheado de meias: Moisés, Lucas Lima, Gustavo Scarpa, Guerra, Hyoran, Vitinho e Zé Rafael. Mas pelo futebol mostrado no Brasileirão e na Sul-Americana, Veiga voltará ao Verdão com status de grande reforço.