Borja tem tudo para ser o principal beneficiado pelas mudanças de Felipão no Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2018 12h25
Palmeiras/ DivulgaçãoBorja já fez 17 gols nesta temporada

Depois de uma semana no comando do Palmeiras, o técnico Felipão já mostrou o que mudará no time. E o novo estilo de jogo do Verdão vai beneficiar principalmente Miguel Borja, que já se deu bem e fez 2 gols nesta quinta-feira (9), contra o Cerro Porteño, pela Copa Libertadores.

Borja disputa espaço com Deyverson e Willian no Palmeiras, mas Felipão já afirmou que prefere o estilo do colombiano: “ele é um centroavante que roda mais, não fica fixo, e nem queremos que ele fique parado, porque não é uma característica dele. Eu tinha o Alan, na China, e apreendi a trabalhar. A equipe tem que trabalhar para o Borja como fez e ele tem que sair da área porque é bom nessa jogada. Temos o Deyverson que joga na área, o Wililian, mas esse não é centroavante. Vamos colocar um 9 que vai ajudar nos jogos”.

O primeiro gol de Borja já mostra como ele será protagonista, pois os times de Felipão costumam ter bom aproveitamento em jogadas de bola parada, especialmente os cruzamentos laterais. Na primeira passagem do técnico pelo Palmeiras, Arce era uma das principais armas do time cobrando faltas. Na segunda, Marcos Assunção era o protagonista na mesma função. Mesmo sem ter um especialista em cruzamentos no elenco de 2018, Felipão deve preparar o time para aproveitar melhor essas jogadas.

A forma de construir jogadas também coloca Borja como protagonista do Palmeiras a partir de agora. Afinal o time claramente vai apostar mais em lançamentos diretos para o setor ofensivo, em vez de tentar tocar a bola até criar lances de perigo. E Borja tem conseguido ir bem nesta função, pois costuma vencer disputas aéreas ou no corpo e dar trabalho para a zaga adversária.

Borja é o vice-artilheiro da Libertadores, com 8 gols, e já fez 17 nesta temporada. Depois de receber muitas críticas em 2017, ele já tinha se recuperado sob comando de Roger Machado e tudo indica que, com Felipão, esse desempenho só deve melhorar.