Casa cheia e bom retrospecto: Palmeiras transforma Pacaembu em aliado para manter a liderança

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2018 15h00
César Greco/Agência Palmeiras/DivulgaçãoNo último domingo, o Palmeiras venceu o Grêmio atuando no Pacaembu

Sem poder jogar no Allianz Parque devido ao show da cantora colombiana Shakira, o Palmeiras será obrigado a mandar o duelo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro contra o Ceará, neste domingo (21), às 16 horas, no Pacaembu.

Essa será a oitava vez que o Verdão jogará no estádio municipal da capital paulista em 2018. E o retrospecto do time alviverde atuando no local é favorável: venceu cinco partidas, empatou uma e perdeu outra, um aproveitamento de 76%.

O último duelo disputado no Pacaembu aconteceu domingo (14), quando os comandados de Luiz Felipe Scolari enfrentaram o Grêmio pela competição nacional de pontos corridos e venceram por 2 a 0, com dois gols do atacante Deyverson.

E assim como aconteceu diante do Tricolor Gaúcho, onde 35 mil pessoas assistiram o triunfo alviverde, o estádio municipal deve receber um grande público novamente. Na última parcial divulgada pelo clube, 29 mil ingressos já haviam sido vendidos.

Os ingressos para a partida contra o Ceará estão sendo comercializados nos valores de R$ 40 e R$ 180, desconsiderando os descontos para sócios-torcedores ou meia-entrada. Um preço bem mais acessível que os jogos no Allianz Parque.

Histórico

A história do Pacaembu se confunde com a do Palmeiras. Coube ao clube alviverde a honra em inaugurar o estádio, no dia 28 de abril de 1940, quando o time ainda se chamava Palestra Itália e enfrentou o Coritiba. Venceu pelo placar de 6 a 2. Desde então, o Palmeiras disputou 1123 jogos, tendo vencido 571, empatado 302 e sofrendo 250 derrotas. 2043 gols foram marcados e 1312 sofridos.

Além disso, muitos títulos alviverdes foram conquistados no estádio municipal – 26 ao todo. Dentre as principais conquistas, destaque para os Brasileiros de 1960, 1967 e 1994, Paulistas de 1940, 1942, 1944, 1950, 1959, 1963 e 1972. O título mais recente aconteceu em 2014, quando o Verdão venceu a Fiorentina por 2 a 1 e faturou a Copa Euroamericana, levando o Troféu Julinho Botelho.