Com dicas de Balbuena e inspirado em Gamarra, Gustavo Gómez é apresentado pelo Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 07/08/2018 15h30
GUILHERME RODRIGUES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOGustavo Gómez chega ao Palmeiras para disputar vaga com Edu Dracena, Antônio Carlos, Luan, Thiago Martins, Pedrão e Nicolás Freire

Contratado junto ao Milan, da Itália, por empréstimo, o zagueiro Gustavo Gómez foi apresentado pelo Palmeiras na tarde desta terça-feira (7), na Academia de Futebol. O paraguaio de 25 anos, que irá utilizar a camisa 15, chega ao clube alviverde para reforçar um setor carente, apesar do time contar com seis defensores em seu elenco.

E para ter sucesso no Palmeiras, o paraguaio revelou durante sua apresentação ter conversado com Fabián Balbuena, ex-Corinthians e companheiro de seleção, antes de confirmar acerto com o clube alviverde. “Ele é um amigo, além de companheiro. Falei com ele e ele me falou da cidade, do clube, que é muito bem visto no Brasil e no mundo. Me deu conselhos”.

Além da amizade com Balbuena, Gustavo Gómez falou sobre outro paraguaio com passagem marcante pelo Corinthians: Carlos Gamarra – que também defendeu o Palmeiras no fim da carreira. E o zagueiro disse se inspirar no compatriota: “Gamarra é um exemplo a seguir. Um jogador que espero seguir seus passos. Ele deu muito ao futebol”, completou.

Sobre seu estilo de jogo, Gustavo Gómez se classificou com um zagueiro aguerrido, característica que o levou para o futebol europeu. No entanto, em duas temporadas defendendo o Milan, o paraguaio atuou em apenas 20 jogos, mas segundo o jogador um dos fatores que impediram ele de jogar mais foi a forte concorrência no clube rossonero.

“Estou muito feliz de estar aqui. A primeira temporada no Milan joguei vários jogos, na última temporada não tive oportunidades de jogar muitas partidas. Acredito que é porque chegaram jogadores importantes, como Bonucci. Tive várias partidas com a seleção, não foi um ano sem jogar”, disse Gustavo Gómez.

O paraguaio espera estrear pelo Palmeiras o quanto antes. Recuperando de uma lesão sofrida recentemente, o zagueiro está em processo de transição, mas ele acredita que na próxima semana já terá condições de atuar pelo novo clube. “No Brasil tem muitos jogos no ano. Tem que estar bem fisicamente”, concluiu.