Com melhor defesa do Brasileirão, Palmeiras enfrentará ataque do Atlético-MG em péssima fase

  • Por Jovem Pan
  • 07/11/2018 09h21
Palmeiras/ DivulgaçãoRicardo Oliveira não faz gol há 4 jogos

O Palmeiras vai enfrentar um adversário que está fragilizado no Campeonato Brasileiro. Apesar de ocupar a 6ª posição atualmente, o Atlético-MG vive uma péssima fase no 2º turno e não vence há 5 jogos. E isso acontece principalmente por causa do desempenho ruim no ataque, que antes era o ponto forte do time.

Levando em conta todos jogos do Brasileirão, o Atlético-MG tem o 3º melhor ataque, com 48 gols, atrás apenas de Palmeiras e Flamengo, com 51. Mas isso muda completamente se observarmos apenas os números do 2º turno. O Atlético-MG fica com o 2º pior ataque, com apenas 9 gols, atrás apenas do Paraná, que fez 5. O Galo fez 13 jogos no 2º turno e passou em branco em mais da metade, 7.

O meia Otero e os atacantes Róger Guedes e Ricardo Oliveira foram os principais responsáveis pelo ótimo ataque do Atlético-MG no 1º turno. Mas os dois primeiros foram vendidos para o futebol asiático. E o centroavante veterano mostrou queda no desempenho físico, ficando sem gols nos últimos 4 jogos.

Para piores, o Atlético-MG trocou de técnico nesta reta final do Brasileirão. Saiu Thiago Larghi e entrou Levir Culpi, que só perdeu até agora, em jogos contra Grêmio, Ceará e Fluminense na sequência.

Fica ainda mais difícil imaginar o Atlético-MG fazendo gols porque o Palmeiras tem a melhor defesa do Brasileirão, com apenas 22 gols sofridos em 32 jogos. No 2º turno a equipe está invicta e levou apenas 7 gols.

É claro que tudo isso pode animar o elenco e a torcida do Palmeiras. Mas vale lembrar que o clube nunca venceu o Galo no Horto, onde será a partida desta vez. O jogo acontecerá no domingo (11), às 17h (de Brasília).