Crefisa vai renovar parceria com Palmeiras e pagar R$ 81 milhões por ano

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2019 14h25 - Atualizado em 22/01/2019 14h26
César Greco/Agência Palmeiras/DivulgaçãoLeila Pereira comanda patrocínio da Crefisa no Palmeiras

Palmeiras e Leila Pereira, dona da Crefisa e da FAM, chegaram a um acordo para renovação de contrato. A empresa pagará R$ 81 milhões por ano para estampar as próprias marcas no uniforme do Verdão por mais 3 anos. O acordo será anunciado oficialmente nesta quarta-feira (23), na Academia de Futebol.

Além do pagamento mensal, o Palmeiras ainda receberá acréscimos, como luvas pela assinatura do acordo, bônus de premiação por títulos e mais ajuda no pagamento dos salários do atacante Borja e do meia Lucas Lima. Se o Palmeiras ganhar todos títulos durante a parceria, o valor total do patrocínio chegará a R$ 400 milhões.

A Crefisa investe no Palmeiras desde 2015. No contrato anterior de patrocínio, fechado em fevereiro de 2017 e válido até dezembro de 2018, a empresa injetou R$ 72 milhões no primeiro ano e R$ 78 milhões na segunda temporada. O novo acordo estava encaminhado desde novembro e não foi finalizado antes pois a diretoria ouviu a proposta de uma empresa interessada em ser patrocinadora, a Blackstar.

Como as conversas não evoluíram, Palmeiras e Crefisa retomaram as negociações em janeiro. Nos últimos dias os dois departamentos jurídicos avaliaram o conteúdo do acordo e firmaram a renovação. Para oficializar a renovação, o presidente do clube, Maurício Galiotte, e a dona da Crefisa, Leila Pereira, vão conceder entrevista coletiva na Academia de Futebol.

No mesmo dia o clube jogará pelo Botafogo-SP, no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista. No intervalo da partida, o atacante Ricardo Goulart será apresentado à torcida no estádio. Emprestado pelo Guangzhou Evergrande, da China, ele se recupera de lesão e poderá atuar somente no fim de fevereiro.

Com Estadão Conteúdo