Empresário de Borja responde Mano Menezes: ‘Nenhum título de nível internacional’

  • Por Jovem Pan
  • 06/11/2019 10h42
Divulgação/PalmeirasMiguel Borja, atacante do Palmeiras

Juan Pablo Pachon, empresário de Miguel Borja, reprovou as declarações de Mano Menezes sobre o atacante no “Bola da Vez”, da ESPN Brasil. No programa, o treinador do Palmeiras lembrou que o centroavante não tem uma trajetória tão vitoriosa na carreira e questionou a qualidade do jogador. Hoje, o agente respondeu cutucando o técnico.

“O ano de 2019 seguramente tem sido um dos mais difíceis na carreira de Miguel, pois seu rendimento baixo em fevereiro custou a titularidade. Mas cabe lembrar também que depois de meses sem ser usado, Miguel voltou a ser titular nas duas partidas (contra o Godoy Cruz) e não só fez gols em cada um deles, como foi eleito também o jogador da partida”, introduziu em carta divulgada à imprensa.

“Espero que isto ajude ao professor Mano Menezes a conhecer mais a fundo o seu jogador e a ser mais preciso quando fizer declarações públicas.Eu lhe desejo muito êxito, pois entendo que o professor, apesar de seus 22 anos de carreira como técnico profissional, ainda não tem nenhum título internacional, tampouco um Campeonato Brasileiro. Tomara que nesta passagem pelo Palmeiras tenha algum êxito nestes dois e leve o Palmeiras a seu tão sonhado título internacional”, disparou Pachon.

Mano Menezes falou que Borja se destacou no Atlético Nacional em um time que já estava encaixado e conseguiu se destacar durante poucos jogos da Libertadores de 2016. Na sequência, o Palmeiras o contratou por quase R$ 44 milhões.

“O Borja , ao contrário do que pode parecer, não tinha uma trajetória tão grande antes de chegar ao Palmeiras. Ele chega ao Atlético Nacional, um time que já estava jogando muito bem com o Reinaldo Rueda. É contratado para as semifinais da Libertadores, faz gol em todos os jogos e é campeão e tratado como estrela. Os clubes passaram a desejá-lo, e isso o tornou uma estrela. Talvez não fosse”