Gabriel Jesus mantém torcida pelo Palmeiras: ‘Tenho muito carinho e respeito’

  • Por Jovem Pan
  • 12/05/2020 10h14
RODRIGO COCA/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDOGabriel Jesus foi revelado pelo Palmeiras

Gabriel Jesus deixou o Palmeiras em 2016, mas segue sendo idolatrado pela torcida nas redes sociais. Em entrevista ao “Globoesporte.com”, nesta terça-feira (12), o atacante afirmou que o sentimento é recíproco e comentou sobre a sua ligação com o Alviverde paulista.

“Nunca escondi que minha relação com o Palmeiras e torcida era de muito carinho. Acho que é boa até hoje. Apesar de estar jogando na Inglaterra, até hoje sinto nas redes sociais o carinho que o torcedor palmeirense tem por mim. Vi que fui eleito para uma seleção da década pelos torcedores e falei que teria sido uma honra jogar nesse time. E é recíproco, tenho muito carinho pelo clube e pelo torcedor”, disse Jesus.

Revelado nas categorias de base do Verdão, Gabriel Jesus participou das conquistas da Copa do Brasil (2015) e do Campeonato Brasileiro (2016). Por isso, ele segue guardando boas memórias de sua passagem pelo clube.

“O carinho e o respeito pela instituição sempre vão permanecer comigo. É onde iniciei minha trajetória, então guardo ótimas lembranças e bons amigos. Sempre que posso, vou ao clube, visito esses amigos. Claro que agora com a pandemia não posso ir, mas futuramente continuarei visitando sempre que eu puder”, completou.

Em boa fase no Manchester City, Jesus tem contrato com o clube inglês até 2023 e agradece os treinadores responsáveis pelo seu crescimento.

“Acho que cada pessoa que passa na sua carreira pode ensinar algo novo, mostrar algo diferente. O Cuca foi muito importante, como foram também Oswaldo, Marcelo, Alberto Valentim, Micale. Todos me fizeram evoluir, e é assim até hoje com o Guardiola no City e com o Tite na Seleção. Cada um tem o seu jeito e o modo de ver o jogo. Você se adapta e tira um pouco de cada um para crescer”, comentou.

Apesar de se declarar ao Palmeiras, Gabriel Jesus, de 23 anos, evitou falar sobre o seu retorno ao Verdão. “Sobre ser campeão no Palmeiras no futuro, não dá pra dizer, né? Estou no City, sou muito feliz pelo clube e o futuro a Deus pertence”, finalizou.