Galiotte reforça confiança em Alexandre Mattos e em título no Brasileiro

  • Por Jovem Pan
  • 01/09/2019 15h02
Maurício Galiotte

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte reforçou a confiança no trabalho de Alexandre Mattos e na comissão técnica na chegada ao Maracanã, para a partida contra o Flamengo, neste domingo (1ª), às 16h.

“A gente entende o momento do torcedor, a chateação do torcedor. Eu também sou um torcedor. E o torcedor tinha uma expectativa muito grande porque nosso projeto era um projeto de grandes objetivos. A frustração é do tamanho dos objetivos. O Alexandre Mattos começou o projeto com a gente em 2015, foi o responsável pela reestruturação do departamento de futebol do Palmeiras. É um ganhador, é um grande profissional, nós temos confiança no profissional, na pessoa do Alexandre Mattos e ele continua conosco”, afirmou Galiotte.

O presidente do Palmeiras também disse que agora o Palmeiras vai tratar cada partida do Campeonato Brasileiro como uma decisão.

“Há 60 dias o Palmeiras era o time a ser batido, era o time que liderava o Campeonato Brasileiro com alguma folga e agora o cenário mudou. A gente não pode imaginar que naquele momento tudo estava certo e agora tá tudo errado. Tem que ter equilíbrio. Esse é um jogo extremamente importante, como os demais jogos do Campeonato Brasileiro. Cada jogo agora pra gente é uma decisão. Nós temos um grupo em condições de conquistar o título. Os jogadores estão cientes disso, obviamente todos muito chateados, mas nós temos que pensar que temos chance de conquistar o Campeonato Brasileiro. E é isso que vamos fazer.”

Galiotte voltou a dizer que o Palmeiras sofreu em “5 minutos” o revés que culminou com a eliminação do clube na Libertadores

“Foi uma semana muito difícil. Nos tínhamos uma possibilidade muito grande de avançar na Libertadores, mas não conseguimos devido ao imponderável do futebol. 5 minutos novamente nos deram uma situação contrária da mesma maneira que aconteceu no ano passado. Confiamos muito nesse grupo, na comissão técnica. Vamos dar continuidade ao trabalho. Temos um campeonato importante como é o Campeonato Brasileiro, com chances reais de brigar pelo título. Agora é dar confiança ao trabalho.”