Greve dos caminhoneiros afeta Sport, que quer adiamento de jogo com Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2018 14h09 - Atualizado em 25/05/2018 15h15
Marlon Costa/Futura Press/Estadão Conteúdo Sport Voo do Sport sofrerá atraso de quase três horas, o que fará a equipe chegar a São Paulo por volta das 22h desta sexta-feira

A greve dos caminhoneiros pode afetar diretamente a sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Sport, que tem jogo contra o Palmeiras marcado para o próximo sábado (26), às 19h (de Brasília), no Allianz Parque, foi informado nesta sexta-feira de mudanças na sua logística e já se comunica com a CBF para tentar um possível adiamento da partida.

“Eu estava em contato com o pessoal da CBF desde ontem. A informação que nos foi passada é de que não haveria nenhum tipo de alteração. Só que, hoje, a gente acaba de receber uma informação de que o voo vai ter um atraso de 2 horas e 40 minutos”, informou Klauss Câmara, diretor-executivo do Sport, em entrevista exclusiva ao repórter Felipe Altarugio, da Rádio Jovem Pan.

“Isso vai acarretar uma mudança na nossa logística em relação à chegada a São Paulo. Nós chegaríamos por volta das 16h30 desta sexta e, agora, vamos chegar por voltas das 21h, 22h. Pela informação que nos foi passada, o voo vai ter uma conexão em Salvador”, acrescentou.

Segundo Câmara, o embarque do Sport a São Paulo está confirmado, mas o clube já está em contato com a CBF para tentar adiar o jogo. Há duas opções: realizar a partida no sábado, mas em um horário mais avançado, ou no domingo. A última é a mais remota, já que o Santos joga no Pacaembu às 16h de domingo, e a Polícia Militar costuma vetar a realização de partidas simultâneas na mesma cidade.

“Essa conexão em Salvador vai ser um fator prejudicial para nós, porque a gente acaba chegando tarde para fazer um jogo tão difícil e importante amanhã… O nosso contato já foi realizado, e ele é feito via federação pernambucana. A gente vai aguardar qual será o posicionamento da CBF, com alteração de data, horário, o que pode ser feito em relação a esse jogo”, afirmou.

“Se mantiver esse horário e logística de voo, o mais interessante seria uma mudança, seja no horário da partida ou no dia do jogo”, acrescentou. “Eu acredito que este é um fim de semana em que é necessário ter um entendimento e uma compreensão maior de todos os envolvidos no processo do futebol, pelo que está acontecendo no País. A gente vai tentar aquilo que for melhor para o Sport e que não prejudique nada e nem ninguém”, finalizou.

A possibilidade de o jogo ser disputado na segunda-feira está praticamente descartada. Isso porque tanto Palmeiras quanto Sport jogam na quarta, pelo Campeonato Brasileiro – o time alviverde encara o Cruzeiro, e os pernambucanos, o Atlético-MG.