Há exatos 20 anos, o Palmeiras perdia o Mundial. Mas aquela derrota foi justa? Relembre

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2019 13h49
Arte Jovem PanO Palmeiras perdeu para o Manchester United por 1 a 0 em 1999

Foi no dia 30 de novembro de 1999, ou seja, há exatamente 20 anos, que o Palmeiras sofreu uma das derrotas mais doloridas de sua gloriosa história. No Estádio Olímpico de Tóquio, no Japão, os então campeões da Libertadores sucumbiram diante do Manchester United de Alex Ferguson e perderam a chance de conquistar o título da Copa Intercontinental – equivalente ao Mundial de Clubes.

O vilão da derrota alviverde foi Marcos. Um dos maiores ídolos da história do Palmeiras, o goleiro saiu mal do gol, “caçou borboleta” e viu o irlandês Roy Keane completar para o fundo das redes o cruzamento feito por Ryan Giggs aos 34min do primeiro tempo.

Aquele foi o único gol da partida.

Validado, diga-se.

Isto porque, aos 9min da segunda etapa, Alex recebeu livre dentro da área e venceu o goleiro Mark Bosnic, empatando o confronto. O lance, porém, foi anulado pela arbitragem, que assinalou um impedimento que até hoje é contestado pela torcida palmeirense.

O time paulista não se abateu com a polêmica e amassou o poderoso campeão europeu na reta final do jogo. O arqueiro australiano do United, no entanto, estava inspirado e fez grandes defesas, evitando a igualdade brasileira.

O domínio dos comandados por Luiz Felipe Scolari na segunda etapa foi tamanho que muitos torcedores que assistiram àquela partida consideram injusta a vitória da equipe inglesa.

Quer relembrar como foi aquele jogo? Então assista, abaixo, aos melhores momentos de Manchester United 1 x 0 Palmeiras: