Jailson brilha nos pênaltis e garante Palmeiras na final do Paulista

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2018 23h14 - Atualizado em 28/03/2018 00h27
RICARDO MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDOJailson defendeu a cobrança de Diogo Vitor e garantiu a vitória do Palmeiras 5 a 3 Santos, nos pênaltis

Santos e Palmeiras fizeram um jogo digno de semifinal, na noite desta terça-feira (27), no Pacaembu. O alvinegro venceu por 2 a 1 no tempo normal, gols de Sasha e Rodrygo, Bruno Henrique fez para o alviverde, mas nos pênaltis novamente brilhou Jailson e o Palmeiras avançou à final após vitória por 5 a 3.

A equipe da Baixada logo saiu na frente, aos 13 minutos, após belo cruzamento de Daniel Guedes, que encontrou Sasha livre no meio da área. O atacante mergulhou e abriu o placar. Mas três minutos depois, Bruno Henrique deixou tudo igual. O volante pegou de primeira na entrada da área e estufou as redes de Vanderelei.

Com o empate, o Santos novamente precisava correr atrás do marcador e passou a pressionar mais no campo do adversário, mas esbarrava nos erros de passes e na pouca inspiração do atacante Gabriel. Só que foi o Palmeiras que novamente chegou com perigo. Aos 34, Felipe Melo arriscou de fora da área e assustou o goleiro Vanderlei.

Quando parecia que a partida iria para o intervalo empatada, Rodrygo tratou de colocar o alvinegro novamente em vantagem aos 39. O atacante aproveitou o bate-rebate no meio da área e tocou fraco para o gol de Jailson, que nada pode fazer.

Já no segundo tempo, o Palmeiras voltou a pressionar e Roger sacou Lucas Lima para a entrada de Guerra. Jair Ventura respondeu com Jean Mota no lugar do cansado Rodrygo. Aos 24, Lucas Veríssimo tentou desarmar Willian e quase mandou contra.

A partida caiu de ritmo e os técnicos novamente voltaram a mexer. No Palmeiras entraram Deyverson e Moisés, nas vagas de Willian e Bruno Henrique, respectivamente. Já pelo Santos, Sasha deu lugar a Diogo Vitor e Renato saiu para a entrada de Leandro Donizete. A proximidade dos pênaltis parecia contentar as duas equipes que pouco se arriscavam e assim foi até o apito final.

Jailson garante classificação

Após o resultado do tempo normal, a partida foi decidida nos pênaltis. Jailson foi novamente herói na vitória por 5 a 3. O goleiro defendeu a cobrança de Diogo Vitor e praticamente colocou o Palmeiras na final. Dudu, Tchê Tchê, Victor Luís, Moisés e Guerra converteram pelo Alviverde. Pelo Santos fizeram Gabriel, Jean Mota e Arthur Gomes. Diogo Vitor perdeu.

Confira os gols de Palmeiras 1 (5) x 2 (3) Santos:

Confira a defesa de Jailson no pênalti de Diogo Vitor:

Confira o gol de Guerra que garantiu o Palmeiras na final: