Mano Menezes e Galiotte reclamam de VAR: ‘Não tem atuado em jogos do Flamengo’

  • Por Jovem Pan
  • 29/09/2019 19h13
Reprodução

Mano Menezes, trenador do Palmeiras, e Maurício Galiotte, presidente do clube, reclamaram da utilização do VAR no empate em 1 a 1 contra o Internacional, neste domingo (29). O mandatário do Verdão chegou até a comparação do árbitro de vídeo com os jogos do Flamengo, principal concorrente palmeirense pelo título do Campeonato Brasileiro.

“A bola bateu (no braço) numa falta que ele (Willian) recebeu. Cadê a falta? O gol foi anulado, e nem a falta foi marcada. Estamos pedindo critério, justiça. Vamos disputar o campeonato de forma séria, mas que a arbitragem também atue de forma séria”, iniciou Galiotte,.

“Até vou citar o lance aqui porque, enfim… É uma situação desconfortável demais para o futebol. O Felipe Melo toma cartão em absolutamente todas as jogadas. Ontem, o Gabriel pisou (em Daniel Alves, do São Paulo), e o VAR não foi pedido”, continuou, iniciando a citar o Flamengo.

“Em muitos lances, é só vocês fazerem um levantamento, o VAR não tem atuado em jogos do Flamengo, isso é fato. Ontem foi um exemplo. Tem o jogo do Internacional também no Maracanã. A gente vem a público pedir uma arbitragem que apite igual para todos”, concluiu.

Mano Menezes seguiu na mesma linha do seu presidente e também citou o lance de Gabigol para reclamar do VAR.

“Ontem vimos lance de cartão vermelho que o VAR não chamou, e todos chegamos à conclusão de que era lance para cartão vermelho, porque olhamos o futebol. Então isso decide um campeonato, e não pode decidir, porque vai ser ruim para a nova ferramento que estão implantando no futebol”, afirmou o treinador.

“O VAR não pode ter camisa, não pode ter pressão, não pode ter estádio. É para o bem do futebol, e tem que ter uma linha de conduta para que todos saibamos como nos comportar. E a gente entende que não foi o caso nessa última semana, está bastante claro”, reclamou.