Marcos celebra o deca, mas diz que palmeirense é exigente: ‘Sonho é o bi da Libertadores’

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2018 11h48 - Atualizado em 29/11/2018 11h56
DivulgaçãoSão Marcos é um dos maiores ídolos da história do Palmeiras

Marcos não apenas provocou um amigo, como também comemorou, e muito, o decacampeonato brasileiro. Em entrevista exclusiva ao locutor Nilson Cesar, da Rádio Jovem Pan, o goleiro pentacampeão mundial exaltou a conquista do título nacional pelo Palmeiras e deu um aviso: o torcedor alviverde é exigente e, no ano que vem, vai querer realizar o sonho do bi da Libertadores.

“Para quem é palmeirense, o ano foi muito bom”, celebrou São Marcos. “É claro que a gente sabe que, pelo que plantel que o Palmeiras tem, daria para ter conquistado alguma coisa a mais. Mas, também, nós, palmeirenses, somos muito exigentes. O fato de ter ganhado o Brasileiro, do jeito como ele é competitivo, já foi muito importante. Eu, como torcedor, fiquei muito feliz”, acrescentou.

Questionado sobre as expectativas para o ano que vem, o ídolo palmeirense disse que pretende que ele seja “até melhor” do que foi 2018. Marcos destacou a renovação do diretor de futebol, Alexandre Mattos, e afirmou que espera que ele continue sendo “agressivo” no mercado.

“A gente fica esperando grandes contratações, né? O sonho do Palmeiras é conquistar outra Libertadores, então, a gente espera que o time possa estar ainda mais forte, com alguns reforços, e que possa realizar esse sonho de conquistar o bi da América”, finalizou.

Considerado um dos maiores ídolos da história do Palmeiras, Marcos se aposentou em 2012. Em 20 anos de clube alviverde, faturou quatro Campeonatos Paulistas, dois Torneios Rio-São Paulo, uma Copa do Brasil, uma Copa dos Campeões, dois Campeonatos Brasileiros, uma Copa Mercosul e uma Libertadores da América. Além disso, foi fundamental na conquista da Série B de 2003 e ficou marcado por falhar na decisão do Mundial Interclubes de 1999, contra o Manchester United.