Novo Marcos? Dudu revela ter recusado proposta da Europa para seguir no Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2019 16h30 - Atualizado em 15/02/2019 16h39
César Greco/Agência Palmeiras/Divulgação

Em 2003, o goleiro Marcos quase trocou o Palmeiras pelo Arsenal, da Inglaterra. Mas, a negociação não foi adiante e ele seguiu no futebol brasileiro. 15 anos depois a história se repete com outro jogador alviverde: Dudu. Nesta sexta-feira (15), o atacante revelou ter sido procurado por times europeus, mas preferiu continuar no Verdão para se consolidar como ídolo da torcida.

Em entrevista coletiva na Academia de Futebol, Dudu explicou que não tem a vaidade de jogar na Europa. “Até vi umas pessoas, de alguns programas, falando: ‘Dudu é bom jogador, mas não chegou nenhuma proposta da Europa’. Teve, sim. Mas eu não vi por que ir para lá. Só para falar que jogo na Itália ou em um clube de Europa? Eu gosto e sou feliz no Palmeiras”, disse.

O atacante que já defendeu o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, não mencionou quais clubes lhe procuraram, mas disse que prefere continuar no Palmeiras para tentar repetir as trajetórias vitoriosas de outros ídolos do passado, como Marcos. “Tenho chance de deixar meu nome marcado na história do clube. Eu vou procurar fazer isso. Quero ter as portas abertas como Ademir tem, Marcos tem, Edmundo tem. Eu acho isso muito bonito para a história de um jogador”, comentou.

Contratado pelo Palmeiras em 2015, o atacante tem no currículo dois títulos do Campeonato Brasileiro (2016 e 2018) e uma conquista da Copa do Brasil (2015). Nesta temporada, o jogador tem seis partidas e um gol marcado. O vínculo atual de Dudu vai até dezembro de 2023 e foi renovado em janeiro para tentar evitar as investidas de equipes do exterior.

“Posso dizer que tenho um bom contrato, vivo em uma boa cidade, minha família é feliz aqui. Eu tenho o carinho do pessoal do Palmeiras, diretoria, elenco e torcida. Jogo em um grande clube. Clube que não deixa faltar nada em jogadores em estrutura”, disse Dudu.

Com informações de Agência Estado