Números mostram que Palmeiras tem que contratar Marcos Rocha

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2018 10h53 - Atualizado em 12/12/2018 10h56
César Greco/Agência Palmeiras/DivulgaçãoMarcos Rocha foi melhor que Mayke ofensivamente

O Palmeiras resolveu questões importantes do elenco na semana passada, mas existe uma pendência importante. Marcos Rocha estava emprestado ao clube e não foi contratado ainda. Mas os números mostram que o Verdão deveria investir nele.

O Palmeiras tinha preferência para contratar Marcos Rocha até o dia 5 de dezembro. Bastava pagar 2 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões) ao Atlético-MG. Mas o Verdão não fez isso, porque pretende pagar um valor menor. O jogador quer ficar na Academia de Futebol, o que facilita a negociação. Mas existe o risco dele sair.

E o Palmeiras não deveria correr esse risco. Marcos Rocha terminou 2018 em baixa, após uma lesão, mas foi importante para o Palmeiras na temporada. Os números dele são comparáveis com o titular Mayke, que foi eleito o melhor lateral do Brasileirão em muitas votações, inclusive na oficial, da CBF.

Ambos disputaram a mesma quantidade de jogos, 20. E ofensivamente, Marcos foi até melhor. Ele deu mais assistências para gol que Mayke (3 a 2) e criou mais chances de gol (20 a 13). Também acertou mais cruzamentos (17 a 12). Além disso, fez um gol, algo que o titular não conseguiu. Até porque finalizou bem mais (6 a 1). Em estatísticas ofensivas, Mayke só foi melhor nos passes certos (86,8% a 88,2%)

Defensivamente, Marcos também teve bom desempenho, mas foi pior que o titular. Ele teve um aproveitamento um pouco pior nos desarmes (77,3% a 78,8%) e cometeu bem mais faltas (29 a 23). Além disso, Marcos ainda errou muitas interceptações, algo que Mayke passou zerado. Acertou todas. Em estatísticas defensivas, Marcos só foi superior nas rebatidas (83 a 58).

Portanto Marcos e Mayke têm números parecidos, mas com características diferentes. Um é melhor no ataque, enquanto o outro é mais completo na defesa. Isso é importante para aumentar a variedade de opções no elenco de Felipão. Portanto a diretoria tem que se esforçar para manter essa diversidade no elenco, que foi chave para o sucesso em 2018.