Palmeiras completa 100 jogos no Allianz Parque; veja homenagem de Mauro Beting 

  • Por Mauro Beting/Jovem Pan
  • 08/03/2018 09h10 - Atualizado em 08/03/2018 09h17
Marcello Fim/Estadão Conteúdo allianz parque, torcida palmeiras, torcida, palmeiras O Palmeiras completa nesta quinta-feira, contra o São Paulo, 100 jogos no Allianz Parque

100 jogos do Palmeiras no Allianz Parque. A aliança entre o Velho Palestra que manda no campo das Perdizes há mais de 100 anos e o novíssimo Palmeiras que joga na sua moderna arena há quase quatro anos. Parque Antártica onde foi disputado o primeiro jogo oficial do futebol brasileiro, em 1902. Parque que o Palestra Itália comprou em 1920 na chamada Loucura do século para sediar o futuro campeão do século 20.  

Foram os Pioneiros Palestra e Palmeiras. A melhor parceira PPP possível. Palmeiras parceiro da alma de periquito com o espirito de porco. Allianz Parque que agora é a Casa da torcida que canta e vibra. Faz festa. Onde o time pode jogar por música. Dar show. É um espetáculo. Arena onde mais se faz apresentações musicais no Brasil. Dando dinheiro ao clube e retorno ao construtor do modelo de negócio que, como o futebol alviverde, quem é parceiro e quem é palmeirense ganha.  

Desde 2014, há 100 jogos em cada canto o torcedor canta que é Palmeiras até vencer. No antigo Palestra o Verdão conquistou a América, em 99. Mas jamais foi campeão nacional em casa até a reforma em parceria com a WTorre, em 2010.  

As voltas olímpicas alviverdes na Taça Brasil nos anos 60 foram no Pacaembu e Maracanã. Os dois Robertões foram conquistados no Pacaembu e Morumbi. Estádio do rival onde o Palmeiras celebrou os títulos brasileiros nos anos 70. O de 93 também foi lá. O de 94 foi no Pacaembu. A primeira Copa do Brasil foi no Morumbi. A segunda foi no Paraná. A terceira foi a primeira volta olímpica no Allianz Parque. Contra o Santos, em 2015. Antecipando a volta olímpica do enea brasileiro em 2016, contra a Chapecoense. Apenas o segundo dos 13 canecos nacionais do maior campeão do Brasil erguidos na casa que é palmeirense desde 1920.  

Demorou para o Palmeiras fazer suas festas em seu salão. O antigo Parque Antarctica era um lar que não tinha cabimento para tamanha paixão. O que não impediu o clube de ser um convidado bem campeão em outras casas.  

Desde a reinauguração em 2014 o Palmeiras também é campeão de renda. Merece aplausos do público que é leal e da crítica muitas vezes fiel até demais. Mas, como diria a minha Mamma, em casa a gente conversa. E, na nossa casa, a gente celebra sempre.  

Avanti, Palestra. O Allianz Parque é nosso.