Palmeiras consegue efeito suspensivo, e Felipe Melo fica à disposição contra o Fla

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2019 11h40
DANIEL VORLEY /AGIF/ESTADÃO CONTEÚDOFelipe Melo, volante do Palmeiras

O STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva) concedeu nesta terça-feira (27) um efeito suspensivo no caso do volante Felipe Melo, que havia pegado quatro jogos de suspensão pela expulsão diante do Bahia, pelo Brasileirão. Agora, o atleta do Palmeiras está liberado para atuar na próxima rodada, diante do Flamengo, no Maracanã.

No lance em que recebeu cartão vermelho, Felipe acertou o rosto de Lucca e recebeu o cartão vermelho direto, ainda no primeiro tempo, em partida válida pela 14ª rodada.

Felipe Melo foi denunciado por praticar agressão física. Julgado na última sexta, dia 23, o volante do Palmeiras foi punido, por unanimidade dos votos da Quinta Comissão Disciplinar, com quatro partidas no artigo 254-A do CBJD.

Descontente com a decisão, a defesa do Palmeiras entrou com recurso com pedido de efeito suspensivo para que o atleta possa atuar até o julgamento do caso no Pleno do STJD, última instância nacional. O pedido foi deferido pela relatora do processo, Auditora Arlete Mesquita com base nos artigos 53 da Lei Pelé e 147-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Veja o despacho

“Estabelece o Artigo 53 da lei Pelé em seu parágrafo quarto que o recurso será recebido e processado com efeito suspensivo quando a penalidade exceder de duas partidas consecutivas ou quinze dias.

Já o artigo 147-A, autoriza o relator conceder efeito suspensivo ao recurso voluntário, em decisão fundamentada, desde que se convença da verossimilhança das alegações do recorrente, quando a simples devolução da matéria puder causar prejuízo irreparável ou de difícil reparação.

Desse modo, com fulcro nos dispositivos supra, em análise perfunctória, me convenço a priori da verossimilhança das alegações, razão pela qual concedo o efeito suspensivo postulado pelo recorrente até o julgamento do recurso Voluntário”.