Palmeiras é castigado no fim e Boca Juniors vence primeiro confronto da semifinal da Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2018 23h45 - Atualizado em 25/10/2018 00h14
EFE Benedetto comemora o primeiro gol dele na partida contra o Boca Juniors

O Palmeiras vinha se segurando bem em La Bombonera na noite desta quarta-feira (24), sem sofrer muitos sustos, mas aos 31 minutos da etapa final Darío Benedetto entrou em campo e mudou o panorama do confronto de ida das semifinais da Libertadores da América para o Boca Juniors.

O atacante aproveitou duas desatenções da defesa alviverde, a primeira aos 38 quando ganhou de Felipe Melo na cobrança de escanteio e a segunda aos 42 no espaço dado pelo zagueiro Luan, e garantiu a vitória dos argentinos pelo placar de 2 a 0.

Agora as equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (31), às 21h45min, no Allianz Parque. O Verdão terá que vencer por três gols de diferença para se classificar – 2 a 0 leva para os pênaltis. Já o Boca poderá até perder por um gol de diferença que segue à decisão da competição continental.

O jogo

Como esperado, o Boca Juniors tentou pressionar o Palmeiras nos minutos iniciais, mas o time argentino teve dificuldade para passar pela forte marcação alviverde. A primeira e única jogada de perigo do time da casa aconteceu aos 15, em uma cobrança de escanteio onde Weverton saiu mal do gol e permitiu o cabeceio de Izquierdoz. A bola passou rente a trave.

O Palmeiras tentou responder, mas a insistência nos lançamentos longos não deu resultado. O time brasileiro finalizou apenas duas vezes, em chutes de fora de área de Dudu e Willian. Mas, em ambas a bola passou longe do gol de Rossi. A partir dos 30 minutos, o jogo ficou ainda mais truncado, com muitas faltas e pouca criação, mantendo o placar zerado.

Na primeira etapa, única chegada do Boca foi em uma cobrança de escanteio

O Boca Juniors começou a segunda etapa indo para cima do Palmeiras, que manteve sua postura defensiva. Com o passar do tempo e sem conseguir finalizar com perigo, as divididas ficaram mais duras por parte dos argentinos. Felipe Melo, inclusive, discutiu com Pablo Pérez e os dois foram advertidos verbalmente pela arbitragem.

Com os ânimos controlados, foram os visitantes que assustaram os donos da casa. Aos 25, Dudu fez boa jogada na entrada da área, ajeitou e bateu colocado. Rossi pulou e não alcançou, mas a bola passou bem próxima do gol. O lance fez com que o time argentino passasse a errar ainda mais passes e diminuir seu ímpeto no campo de ataque.

Felipe Melo e Pérez se desentenderam no segundo tempo

Tanto que só voltou ao gol alviverde através das bolas paradas. Aos 36, Olaza cobrou falta com categorias e Weverton fez grande defesa, mandando a bola para a linha de fundo. Só que na sequência, o goleiro palmeirense não pode evitar o gol do Boca Juniors. Na cobrança de escanteio, Benedetto subiu mais alto e cabeceou para o fundo da rede.

O gol animou os donos da casa, que seguiram no ataque e conseguiram ampliar aos 42 minutos. Benedetto recebeu passe de Pérez na entrada da área, limpou a marcação de Luan e chutou forte, no canto de Weverton, que pulou, mas não conseguiu alcançar a bola. Festa do atacante que entrou na etapa final e, principalmente, da torcida em La Bombonera.

Confira a narração dos gols da partida: