Palmeiras fica no empate com o Atlético-MG e vê Flamengo disparar

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2019 17h56
HENRIQUE BARRETO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPalmeiras e Atlético-MG empataram no Allianz Parque

O Palmeiras lutou até o fim, mas ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Atlético-MG, neste domingo (6), no Allianz Parque, em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nathan abriu o placar para os mineiros, mas Dudu deixou tudo igual no final da partida.

O Galo foi superior na etapa inicial, incomodou nas bolas paradas e chegou a tirar o zero do marcador em contra-ataque. Na segunda etapa, o Verdão demonstrou poder de reação, marcou com Dudu e buscou a virada, mas não conseguiu.

O resultado foi ruim para o Palmeiras, que chegou aos 47 pontos e viu o líder Flamengo abrir cinco de vantagem. Já o Atlético-MG fica com 31, ocupando a 11ª posição.

Na próxima rodada, o Palmeiras tem o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, na quarta-feira (9). No dia seguinte, o Atlético-MG viaja até o Rio de Janeiro para encarar o Flamengo, no Maracanã.

Estratégia do Galo dá certo

Em crise, o Atlético-MG sabia da importância da partida e da qualidade do adversário. Assim, o treinador Rodrigo Santana apostou em uma linha de três zagueiros atrás, mas saindo para os contra-ataques e apostando na velocidade de Guga, Otero e Luan.

Bem compactado, o time visitante deu pouco espaço para o Palmeiras, que teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas pouco incomodou o goleiro Claiton. O Atlético-MG, por sua vez, assustou bastante, Di Santo e Leonardo Silva, em duas oportunidades, perderam chances claras. Otero também fez Weverton trabalhar em batida de longa distância.

Quando tudo se encaminhava para o 0 a 0, Nathan fez justiça às apresentações das equipes no primeiro tempo. Aos 47, Guga roubou de Dudu, disparou e achou o camisa 23, quem limpou a marcação e bateu cruzado para estufar a rede.

Palmeiras não sabe o que fazer com a bola

No retorno do intervalo, o Palmeiras passou a arriscar de média distância para furar o bloqueio dos mineiros, mas não teve sucesso. Felipe Melo e Bruno Henrique tentaram, mas acabaram chutando para fora.

Sidnei Lobo, então, colocou Deyverson e Gustavo Scarpa buscando dar um gás no time Alviverde. O centroavante até chegou a balançar as redes, mas teve o seu gol corretamente invalidado pela arbitragem, que pegou impedimento.

Desesperado com a derrota, o Palmeiras passou a alçar bola na área, o que não surtiu efeito. À medida que o tempo passava, o Atlético-MG “cozinhava” o jogo, deixando o adversário ainda mais ansioso.

Dudu chama a responsabilidade e empata

Quando a torcida palmeirense já estava desanimada, o Verdão conseguiu empate com Dudu. O camisa 7 recebeu na esquerda, cavou para Scarpa, recebeu e bateu na saída do goleiro.

Nos minutos finais, o clima no Allianz Parque esquentou com a pressão aplicada pelo Palmeiras. A melhor tentativa de virada com Vitor Hugo, que cabeceou para boa defesa de Claiton.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 1 ATLÉTICO-MG

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Raphael Veiga), Bruno Henrique e Lucas Lima (Deyverson); Willian, Dudu e Borja (Gustavo Scarpa).

Treinador: Sidnei Lobo.

Atlético-MG: Cleiton; Guga, Iago Maidana, Leonardo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Elias, Nathan (José Welison), Luan (Maicon) e Otero; Di santo (Ricardo Oliveira).

Treinador: Rodrigo Santana.

Gols: Dudu, aos 37 do 2º tempo (Palmeiras); Nathan, aos 47 do 1º tempo (Atlético-MG)

Cartões amarelos: Gustavo Gómez, Dudu e Deyverson (Palmeiras); Luan, Di Santo, Claiton e Leonardo Silva (Atlético-MG)