Palmeiras goleia o Novorizontino no Pacaembu e avança às semifinais do Paulistão

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2019 23h00 - Atualizado em 26/03/2019 23h23
César Greco/Agência Palmeiras/DivulgaçãoFelipe Melo abre o placar para o Palmeiras diante do Novorizontino e comemora com seus companheiros

Depois de uma apresentação burocrática no confronto de ida das quartas de final do Campeonato Paulista, nesta terça-feira (26) o Palmeiras voltou a encarar o Novorizontino e fez bonito. Jogando no estádio do Pacaembu, o time comandado por Luiz Felipe Scolari atropelou o adversário e venceu por 5 a 0, garantindo a classificação para as semifinais da competição estadual.

Agora o Verdão aguarda a definição de seu próximo adversário, que será conhecido nesta quarta-feira (27) com a realização das outras duas partidas das quartas de final. Se ganhar do Corinthians no tempo normal, a Ferroviária vai enfrentar o Palmeiras nas semifinais. Caso contrário, o adversário alviverde na próxima fase será o vencedor do confronto entre Ituano e São Paulo.

O jogo

O Palmeiras encaminhou a vitória cedo graças a gols de escanteio. Aos seis minutos, Dudu cobrou pelo lado direito para Felipe Melo marcar de cabeça. Depois, aos nove, o mesmo Dudu bateu pela direita, Deyverson desviou para trás e Ricardo Goulart completou para as redes. Com 2 a 0 a favor e muita tranquilidade, o time passou a administrar a vantagem.

Mas aos poucos, o time do interior começou a se arriscar e deu trabalho para Fernando Prass. Mesmo assim, era pouco. O próprio Novorizontino demonstrou muito abatimento dentro de campo, por não ter forças para reagir. A terceira eliminação consecutiva diante do Palmeiras se transformou em goleada na etapa final, movida inclusive pelo uso do árbitro de vídeo.

O recurso ajudou o árbitro a detectar um toque de mão de Everton Sena. Scarpa converteu a cobrança, aos seis minutos. A tecnologia também havia atuado no confronto de ida, porém, com muitos protestos do Palmeiras, que reclamou sobre um possível toque no braço de Murilo Henrique no lance que originou o gol do Novorizontino.

Empurrado pela torcida, o time ainda continuou a atacar e fez outro de pênalti, com Dudu, aos 15 minutos. O quinto demorou um pouco, mas também saiu. Gustavo Scarpa marcou aos 31 e ajudou Luiz Felipe Scolari a atingir uma marca: o placar de 5 a 0 é a maior goleada do Palmeiras nesta terceira passagem do treinador pelo cargo.

Com informações de Agência Estado