Palmeiras põe à prova o 100% de aproveitamento como visitante, feito inédito desde 2002

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2018 17h30 - Atualizado em 24/10/2018 20h23
César Greco/Agência Palmeiras/Divulgação Na fase de grupos, o Palmeiras bateu o Boca Juniors em La Bombonera por 2 a 0

Dos quatro semifinalistas da Libertadores da América deste ano, o Palmeiras é o único com 100% de aproveitamento jogando fora de casa. E nesta quarta-feira (24), às 21h45min, o time comandado por Luiz Felipe Scolari será testado mais uma vez, ao enfrentar o Boca Juniors pela partida de ida das semifinais da competição continental, em La Bombonera.

Na fase de grupos, o Verdão bateu o Junior Barranquilla por 3 a 0, o próprio Boca Juniors pelo placar de 2 a 0, além do Alianza Lima por 3 a 1. No mata-mata venceu o Cerro Porteño por 2 a 0, e o Colo-Colo também pelo placar de 2 a 0.

Além do retrospecto, o Verdão alcançou duas façanhas históricas em 2018: a primeira, de se tornar o primeiro brasileiro a vencer em seis países diferentes em uma mesma edição (Colômbia, Argentina, Peru, Paraguai e Chile, além do Brasil), e a segunda, de ter igualado o América-MEX, que em 2002, chegou às semifinais triunfando todos os jogos como visitante.

Naquele ano, o time mexicano venceu o Deportivo Tuluá, na Colômbia, por 2 a 0, o River Plate e o Talleres, ambos na Argentina, pelo placar de 1 a 0. Nas oitavas de final, o América bateu o Cienciano, do Peru, por 1 a 0, e nas quartas fez 2 a 1 no Monarcas, do México.

Só que nas semifinais o retrospecto favorável longe de casa não fez diferença. O time mexicano veio até o Brasil encarar o São Caetano e foi derrotado por 2 a 0. O revés acabou custando a classificação à final da competição continental, já que na volta, o América não conseguiu reverter a vantagem brasileira, empatando em 1 a 1 e foi eliminado.