Palmeiras tem a melhor defesa dos últimos 30 anos; confira os números

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2019 17h45 - Atualizado em 07/03/2019 18h01
César Greco/Agência Palmeiras/DivulgaçãoDiante do Junior Barranquilla, Weverton fez importantes defesas

10 jogos e apenas quatro gols sofridos. Esse é a defesa do Palmeiras em 2019, que ao não ser vazada no duelo contra o Junior Barranquilla nesta última quarta-feira (6), na estreia da Libertadores da América, alcançou a melhor média das últimas três décadas, levando em consideração os 10 primeiros jogos do ano.

O time comandado por Luiz Felipe Scolari só não superou a equipe de Emerson Leão na temporada de 89, quando a defesa foi furada apenas três vezes. Até então, o melhor aproveitamento havia ocorrido nos anos de 1990, 1994 e 2011, quando o setor foi furado cinco vezes nas primeiras 10 partidas nas temporadas.

Este ano, os três goleiros do Palmeiras entraram em campo. Weverton, que teve uma atuação segura na estreia da competição nacional diante dos colombianos, atuou em seis oportunidades – ele sofreu os quatro gols. Fernando Prass e Jailson tem dois jogos cada na temporada, todos no Campeonato Paulista.

Confira o desempenho defensivo do Palmeiras nos últimos anos:

1989: 3 gols sofridos (média de 0,3 por jogo)

1990: 5 gols sofridos (média de 0,5 por jogo)

1991: 9 gols sofridos (média de 0,9 por jogo)

1992: 13 gols sofridos (média de 1,3 por jogo)

1993: 9 gols sofridos (média de 0,9 por jogo)

1994: 5 gols sofridos (média de 0,5 por jogo)

1995: 12 gols sofridos (média de 1,2 por jogo)

1996: 7 gols sofridos (média de 0,7 por jogo)

1997: 12 gols sofridos (média de 1,2 por jogo)

1998: 10 gols sofridos (média de 1 por jogo)

1999: 19 gols sofridos (média de 1,9 por jogo)

2000: 11 gols sofridos (média de 1,1 por jogo)

2001: 22 gols sofridos (média de 2,2 por jogo)

2002: 10 gols sofridos (média de 1 por jogo)

2003: 12 gols sofridos (média de 1,2 por jogo)

2004: 13 gols sofridos (média de 1,3 por jogo)

2005: 16 gols sofridos (média de 1,6 por jogo)

2006: 11 gols sofridos (média de 1,1 por jogo)

2007: 12 gols sofridos (média de 1,2 por jogo)

2008: 10 gols sofridos (média de 1 por jogo)

2009: 9 gols sofridos (média de 0,9 por jogo)

2010: 15 gols sofridos (média de 1,5 por jogo)

2011: 5 gols sofridos (média de 0,5 por jogo)

2012: 9 gols sofridos (média de 0,9 por jogo)

2013: 12 gols sofridos (média de 1,2 por jogo)

2014: 8 gols sofridos (média de 0,8 por jogo)

2015: 7 gols sofridos (média de 0,7 por jogo)

2016: 9 gols sofridos (média de 0,9 por jogo)

2017: 8 gols sofridos (média de 0,8 por jogo)

2018: 7 gols sofridos (média de 0,7 por jogo)

2019: 4 gols sofridos (média de 0,4 por jogo)