Palmeiras treina sem Marcos Rocha, Willian e Luiz Adriano; Borja sente em dividida

  • Por Jovem Pan
  • 02/10/2019 16h16
Divulgação/PalmeirasBorja, atacante do Palmeiras

O Palmeiras teve três desfalques na atividade desta quarta-feira, mas nenhum deles deve ser problema para a partida contra o Atlético-MG, domingo, às 16 horas, no Allianz Parque, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O lateral-direito Marcos Rocha e os atacantes Willian e Luiz Adriano ficaram na academia para se recuperar de desgaste físico e a expectativa é a de que voltem a treinar normalmente nesta quinta. Além do trio, o técnico Mano Menezes ainda não conta com o lateral-direito Mayke e com o volante Ramires, ambos no departamento médico.

Os dois ganharam mais uma companhia nesta quarta. O atacante Borja deixou o trabalho mais cedo após se machucar em uma disputa de bola. O jogador iniciou tratamento com gelo e ainda seria avaliado para saber a gravidade do problema.

A atividade no gramado foi comandada por Sidnei Lobo, auxiliar de Mano Menezes. É ele quem ficará no banco de reservas à frente da equipe alviverde na próxima partida, pois o treinador está suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo no empate por 1 a 1 com o Internacional, no último domingo, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Sem o treinador, o time espera manter o bom momento na tabela do Brasileirão e diminuir a distância para o líder Flamengo. Com cinco vitórias e um empate nas últimas seis rodadas do Brasileirão, período que coincide com a chegada de Mano após a demissão de Felipão, o time ocupa a segunda colocação, com 46 pontos, três a menos do que a equipe rubro-negra, que no domingo encara a Chapecoense, às 11 horas, em Chapecó, em outro duelo da 23ª rodada da competição.

* Com informações do Estadão Conteúdo