Palmeiras vence o São Paulo com golaço de Carlos Eduardo e se classifica no Paulistão

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2019 18h30 - Atualizado em 16/03/2019 18h47
ERIK TEIXEIRA/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDOCarlos Eduardo comemora o gol da vitória do Palmeiras sobre o São Paulo, no estádio do Pacaembu

Carlos Eduardo, alvo de críticas por parte da torcida do Palmeiras, se redimiu no Choque-Rei, disputado na tarde deste sábado (16), no estádio do Pacaembu. O atacante que foi contratado pelo clube alviverde no início desta temporada entrou no segundo tempo e marcou um golaço, que garantiu a vitória alviverde por 1 a 0 sobre o São Paulo, pela penúltima rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o Palmeiras garantiu sua classificação para as quartas de final, ao alcançar a marca de 22 pontos no grupo B, três a mais que o vice Novorizontino. Já o São Paulo se complicou. O time comandado por Vagner Mancini continua na segunda posição do grupo D, com 14 pontos, e terá que torcer por um tropeço do Oeste, terceiro com 12, no confronto contra o Corinthians, neste domingo (17), em Itaquera.

Na última rodada da fase de grupos da competição estadual, quarta-feira (20), às 21h30min, o Tricolor encara o São Caetano, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, e terá que vencer para confirmar a vaga e tentar alcançar o Ituano, líder da chave com 17 pontos. Já o Palmeiras recebe a Ponte Preta, no mesmo dia e horário, no Allianz Parque, e vai tentar buscar a melhor campanha na classificação geral.

O jogo

O primeiro tempo do clássico deixou a desejar. Tanto São Paulo, quanto Palmeiras criaram pouco e abusaram das ligações diretas. O lance de maior perigo saiu em uma cobrança de falta de Hernanes, aos 19 minutos, que exigiu esforço do goleiro Weverton.

O camisa 21, inclusive, fez uma defesa espetacular aos 28 minutos, em um cabeceio de Gonzalo Carneiro, mas o lance já estava parado por conta de um desvio de mão de Pablo, bem assinalado pelo árbitro Thiago Duarte Peixoto.

Na segunda etapa, Luiz Felipe Scolari trocou Borja por Carlos Eduardo, na tentativa de abrir as jogadas de ataque. A mudança quase deu resultado na primeira oportunidade. Aos 17 minutos, Goulart chegou com perigo após lançamento de Scarpa e foi travado por Arboleda.

O São Paulo tentou responder, mas voltou a mostrar dificuldade para criar as jogadas. Ainda mais depois da saída de Hernanes, que voltou a sentir a lesão muscular na coxa esquerda, que o deixou afastado dos gramados no início da temporada.

Sem sustos no setor defensivo, o Palmeiras teve tranquilidade para trocar passes no meio e buscar espaço no campo de ataque. E foi dessa maneira que o time alviverde abriu o placar. Aos 34, Carlos Eduardo tabelou com Dudu e bateu de longe, marcando um golaço.

Em desvantagem, o Tricolor tentou se reencontrar, mas não conseguiu. A torcida, que compareceu em bom número – 19.208, passou a vaiar o time e a gritar contra a diretoria. Restou ao Verdão administrar o resultado e comemorar mais uma vitória no Choque-Rei.