Palmeirenses pedem Valdivia, mas meia continua acumulando polêmicas e lesões no Chile

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2019 11h54
Colo Colo/ DivulgaçãoValdivia foi expulso em amistoso mesmo estando no banco de reservas

Grande parte da torcida do Palmeiras quer Jorge Valdivia de volta ao clube. Torcedores fizeram campanha nas redes sociais e até atormentaram Leila Pereira, dona da Crefisa, patrocinadora do Verdão, pedindo a contratação. Mas enquanto isso acontecia, o meia chileno acumulou novas polêmicas e lesões no Colo Colo, algo que já acontecia quando ele jogava no Palmeiras.

No ano passado, Valdivia foi desfalque do Colo Colo nas últimas 4 partidas da temporada, pelo Campeonato Chileno. Perdeu 1 jogo por causa de suspensão e mais 3 por lesão nos músculos isquiotibiais da perna direita.

Em 2019, o Colo Colo fez 4 amistosos de preparação. Valdivia participou de todos, mas só uma vez jogou por 90 minutos. E no começo de fevereiro foi detectada uma nova lesão, um edema na mesma perna direita. É possível que isso tire o meia da primeira partida do Campeonato Chileno, que será no dia 17 de fevereiro, contra o Unión Española.

Como se não bastassem os problemas recorrentes por lesão, Valdivia ainda se envolve em polêmicas. No começo do ano, foi acusado de praticar bullying contra um novo companheiro de equipe, Juan Carlos Gaete, que teria pedido para sair do Colo Colo por causa disso. Ambos negaram a informação posteriormente e culparam a imprensa pela polêmica. Mas de fato o jogador cancelou a transferência.

Outra controvérsia aconteceu na derrota contra o Everton, na semana passada. Apesar de ser só um amistoso, Valdivia foi expulso quando estava no banco de reservas, por reclamar demais com o juiz. No Palmeiras ele também ganhou má fama por fazer isso excessivamente.

Na prática Valdivia está bem longe do Palmeiras. O clube tem muitas opções para o meio de campo atualmente (Ricardo Goulart, Lucas Lima, Moisés, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Guerra e Hyoran) e certamente está de olho nesses problemas do chileno. Até Leila Pereira já avisou: “não aguento mais nas redes sociais o ‘volta, Valdivia’. Eu gosto sempre de olhar para frente, para o futuro, avanti”.