RB Bragantino bate o Palmeiras e impõe primeira derrota a Vanderlei Luxemburgo

  • Por Jovem Pan
  • 02/02/2020 17h56 - Atualizado em 02/02/2020 18h31
EDUARDO CARMIM/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDORB Bragantino x Palmeiras

O RB Bragantino “tirou a zica”, bateu o Palmeiras por 2 a 1 e conquistou a sua primeira vitória no Campeonato Paulista 2020, neste domingo (2), no Nabi Abi Chedid, em Bragança. No embate válido pela quarta rodada, Uillian Correia e Ytalo marcaram para os mandandes, enquanto Dudu descontou para o time da capital.

O confronto foi marcado por dois tempos distintos. Melhor na primeira etapa, a equipe de Bragança abriu o marcador e “amassou” o Alviverde com muita posse de bola e troca de passes. No retorno do intervalo, os comandados de Felipe Conceição ampliaram de pênalti, mas sofreram muita pressão dos palmeirenses, que descontaram na reta final. Apesar da pressão nos últimos minutos, o Verdão não conseguiu evitar a sua primeira derrota no ano – a primeira de Luxemburgo desde o seu retorno.

Agora, o RB Bragantino vai aos 5 pontos e sobe para a 2ª posição do Grupo D, atrás apenas do Corinthians, com 7. Já o Palmeiras fica estagnado nos 7 pontos, no 2º lugar do Grupo B.

RB Bragantino toma conta do 1º tempo

O RB Bragantino abriu o placar contra o Palmeiras com Uillian Correia

O RB Bragantino não tomou conhecimento do Alviverde e dominou completamente a partida no primeiro tempo. Além de ter mais posse de bola, o time interiorano foi amplamente superior em finalizações, chegando ao gol de Weverton em diversas oportunidades. Na primeira perigosa, Uillian Correia deixou dois marcadores sentados e fez o arqueiro trabalhar.

Pressionando a saída de bola do Verdão e recuperando com tranquilidade, o RB Bragantino permaneceu melhor e não deixou o Palmeiras respirar. A grande diferença resultou em gol aos 33, quando Ytalo recebeu o lateral na área e fez o pivô para Uillian Correia dominar e bater.

Mesmo atrás no placar, a equipe de Luxemburgo não esboçou reação e quase viu o adversário ampliar com Ytalo e Aderlan, que finalizaram perto do alvo. Desta forma, a etapa inicial acabou com mais chutes do RB Bragantino (11 x 2) e mais posse (57% a 43%).

Palmeiras melhora, mas não evita derrota

No retorno do intervalo, Vanderlei Luxemburgo promoveu mudanças no time com as entradas de Willian e Zé Rafael nas vagas de Gabriel Menino e Wesley. Apesar da troca por jogadores experientes, o treinador palmeirense viu o RB Bragantino ampliar através de uma penalidade imprudente do meio-campista.

Aos 4, Edimar aproveitou um “buraco” na defesa adversária, invadiu a área e foi atropelado por Zé Rafael. Na cobrança, Ytalo encheu o pé para estufar a rede e aumentar a vantagem.

O Palmeiras, que havia criado grande chance com Luiz Adriano minutos antes – o atacante parou em Júlio César em chute à queima roupa -, não sentiu o golpe e passou a atacar para tentar diminuir o prejuízo.

Mais elétrico que no primeiro tempo, o Palmeiras chegou duas vezes com Lucas Lima, que fez o goleiro trabalhar em ambas oportunidades. A melhor tentativa, no entanto, foi desperdiçada por Dudu. Embaixo da trave, o atacante não conseguiu aproveitar o desvio de Luiz Adriano e perdeu chance inacreditável.

A evolução do Palmeiras na partida surtiu efeito aos 32, quando Willian foi puxado por Edimar dentro da área. Na cobrança, Dudu deslocou bem o arqueiro para diminuiu e dar esperanças ao Palestra.

No fim, o Verdão pressionou até o fim, criou algumas oportunidades e se expôs, mas não conseguiu o empate.

FICHA TÉCNICA 

RB BRAGANTINO 2 X 1 PALMEIRAS 

RB Bragantino: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Barreto, Uillian Correia, Claudinho, Bruno Tubarão (Morato) e Thonny Anderson (Matheus Jesus); Ytalo (Alerrandro). Treinador: Felipe Conceição.

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Gusavo Gómez, Felipe Melo e Victor Luís (Gustavo Scarpa); Ramires, Gabriel Menino (Zé Rafael), Lucas Lima, Wesley (Willian) e Dudu; Luiz Adriano. Treinador: Vanderlei Luxemburgo.

Gols: Uillian Correia, aos 33 minutos do primeiro tempo; Ytalo, aos 4 minutos do segundo tempo e Dudu, aos 33 do segundo tempo

Cartões amarelos: Aderlan e Matheus Jesus (RB Bragantino); Gustavo Gómez e Wesley (Palmeiras).