STJD adia julgamento, e Felipe Melo está liberado para clássico contra o São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 28/10/2019 16h02
Cesar Greco/Ag PalmeirasFelipe Melo

Felipe Melo e Willian Bigode seriam julgados nesta segunda-feira (28) pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e poderiam desfalcar o Palmeiras no clássico da próxima quarta-feira (30), contra o São Paulo. A pedido do Verdão, porém, o julgamento foi adiado.

O departamento jurídico do Palmeiras solicitou o adiamento do julgamento por conta da morte do tio o advogado que representaria o clube no Rio de Janeiro, Américo Espallargas. O primeiro pedido, inicialmente, foi indeferido pelo STJD. O clube, porém, tentou novamente e enviou um pedido por e-mail, que foi aceito.

O julgamento dos dois palmeirenses será feito na próxima sessão da 1ª Comissão Disciplinar do STJD. Porém, ainda não tem data para acontecer. A previsão é que seja realizado em uma das duas próximas segundas-feiras, dias 4 ou 11 de novembro.

Denúncia

Felipe Melo foi denunciado no Artigo 258-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva: “provocar o público durante partida”. O volante pode ser punido de dois a seis jogos de suspensão.

Na saída para o intervalo, torcedores do Santos xingavam os jogadores do Palmeiras na descida para o túnel do vestiário. Felipe Melo fez gestos obscenos para os torcedores como resposta. As imagens foram divulgadas nas redes sociais. O árbitro da partida, Flávio Rodrigues de Souza, não relatou nada na súmula.

Willian foi denunciado no artigo 254, cuja pena varia de um a seis jogos de suspensão, por conta da expulsão em um pisão em Diego Pituca.