Tchê Tchê vai para Dínamo de Kiev após render lucro esportivo e financeiro para Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 08/06/2018 13h43
DivulgaçãoTchê Tchê foi titular do Palmeiras durante a campanha do título no Brasileirão de 2016

A saída de Tchê Tchê do Palmeiras foi concretizada nesta sexta-feira (8). O volante fez exames médicos e foi apresentado pelo Dínamo de Kiev, da Ucrânia. É um jogador que vinha sendo pouco utilizado pelo técnico Roger Machado nesta temporada, mas sai do clube gerando um lucro importante, tanto financeiramente quanto no âmbito esportivo.

Tchê Tchê chegou ao Palmeiras discretamente, em 2016. E apesar de ter se destacado no Campeonato Paulista pelo Audax, não custou nada ao Verdão, pois estava com contrato perto do fim.

Sob comando de Cuca, Tchê Tchê ganhou chances de ser titular e formou uma dupla bem encaixada com Moisés no meio campo. A parceria foi fundamental para o título do Campeonato Brasileiro de 2016. Os dois inclusive entraram para a seleção de melhores do torneio.

Em 2017, porém, o rendimento de Tchê Tchê caiu. Ele até teve algumas boas atuações e continuou como titular durante a maior parte da temporada, mas não foi o mesmo jogador do ano anterior.

Em 2018 ele não melhorou e acabou perdendo espaço para Bruno Henrique no meio-campo. Ficou “esquecido” no elenco e então apareceu a proposta do Dínamo de Kiev. O negócio foi excelente para o Verdão, que recebeu 4,8 milhões de euros (cerca de R$ 20,5 milhões), um lucro enorme em cima de um jogador que veio de graça e não era mais essencial ao elenco.