Técnico do Palmeiras elogia Lucas Lima, mas critica Borja e Felipe Melo

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2018 20h00
MARCO GALVÃO/ FOTOARENA/ ESTADÃO CONTEÚDORoger teve que corrigir erro de Borja no intervalo

A atuação do Palmeiras, na vitória contra o Internacional, neste domingo (22), foi bastante irregular. Por isso o técnico Roger Machado alternou críticas e elogios sobre os jogadores do time.

Roger disse que Lucas Lima foi para a partida com um ultimato: se não jogasse bem, atuando de forma mais avançada, ele ia perder a vaga de titular. Mas pelos elogios de Roger dá para perceber que Lucas convenceu o técnico que merece seguir no time inicial.

“A gente sabe que a perda de confiança acaba tirando a naturalidade das ações do atleta. Hoje, para mim, ele foi um dos destaques. Fez tudo o que a sua posição pede, participou tanto da construção quanto da fase defensiva”, exaltou Roger.

Já Borja não começou bem no jogo e levou bronca no intervalo: “o que tenho pedido para o Miguel, e por vezes não tem acontecido, é que a posição inicial dele, quando a gente está defendendo, não é entre os zagueiros. É ele ao lado do meu meia. Ele ficando lado a lado com o meu meia, quando a gente retoma a bola, ele está em uma condição mais favorável para receber a bola. Corrigimos no intervalo e no segundo tempo ele acabou criando oportunidades em função disso. Não fez o gol hoje, mas deve estar guardado para o meio de semana”, apostou Roger, mostrando que não deve colocar o colombiano no banco de reservas.

Outro criticado foi Felipe Melo, já que a saída de bola dos volantes do Palmeiras foi muito deficiente. “Erro de passe no começo do jogo não pode estar relacionado à condição física. No início do jogo tivemos erros de passes não forçados e eles nos pressionaram. Nem sempre vamos ter os 11 atuando em alto nível. Vai se alternar. O Felipe talvez hoje não tenha feito um jogo em alto nível como os demais, mas outros jogadores conseguiram fazer isso para a gente vencer. Faz parte”.