TJD indefere pedido do Palmeiras para impugnar final do Campeonato Paulista

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2018 13h46 - Atualizado em 04/05/2018 15h03
Mauricio Garcia de Souza/ALESP Olim encerrou processo sem julgamento do mérito

Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), Antônio Olim indeferiu o pedido do Palmeiras sobre a final do Campeonato Paulista, contra o Corinthians. O clube queria a impugnação do jogo de volta. De acordo com Olim, o pedido foi feito fora do prazo correto.

O Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) estipula que esse tipo de pedido deve acontecer no máximo 2 dias depois da partida. Olim alega que o Palmeiras não cumpriu esse prazo.

O Verdão reclama de interferência externa em uma decisão do árbitro Marcelo Aparecido. Foi marcado um pênalti em Dudu, mas ele voltou atrás na decisão após 6 minutos de muita polêmica. O Corinthians venceu o jogo por 1 a 0 e foi campeão após decisão nos pênaltis.

No documento divulgado por Olim, nesta sexta-feira (4), ele afirmou que o processo está encerrado sem julgamento do mérito.

Agora o Palmeiras promete buscar o julgamento em instâncias superiores, como o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e a Corte Arbitral do Esporte (CAS).