Pintado tem conversa particular com Cueva após treino do São Paulo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 05/07/2017 13h19
Cueva teve conversa com Pintado após o treino desta quarta-feira (5)

O meia Cueva e o auxiliar técnico Pintado, que comandará a equipe até que o São Paulo defina o substituto de Rogério Ceni, tiveram uma conversa em particular por 15 minutos no final do treino desta quarta-feira (5), no CT da Barra Funda.

A conversa, embora comum nos treinamentos, teve um ingrediente simbólico. Principal responsável pela criatividade e armação das jogadas, o meia peruano caiu bastante de rendimento nos últimos jogos. Pintado quer recuperar o bom futebol do peruano e, por isso, optou pelo contato reservado.

O declínio de Cueva acentuou a má fase da equipe, que depende de sua inventividade para fazer gols. Nos últimos seis jogos, o time marcou apenas quatro gols. Após a derrota para o Flamengo, com atuação discreta do peruano, o São Paulo caiu para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Uma lesão sofrida em 29 de março, durante a disputa das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, marcou o início de uma queda espantosa no desempenho do meia. A queda motivou o acompanhamento de um psicólogo por parte da seleção peruana. No início da temporada, Cueva marcou sete gols em 11 partidas. Nos últimos jogos, deixou de ser decisivo até nas assistências.

O São Paulo nega que tenha recebido ofertas pelo jogador – aconteceu apenas uma “sondagem” de acordo com o diretor de futebol, Vinicius Pinotti -, mas o empresário do atleta, Rodrigo Baroni, mostrou insatisfação na semana passada com as críticas e afirmou que o meia poderia pensar em sair do clube no futuro.