Polícia búlgara prende mais 5 torcedores por atos racistas contra seleção inglesa

  • Por Jovem Pan
  • 18/10/2019 11h54
EFE/EPA/GEORGI LICOVSKITorcedores da seleção da Bulgária em jogo contra a Inglaterra

A polícia da Bulgária prendeu, nesta sexta-feira (18), mais cinco torcedores pelos incidentes racistas ocorridos na última segunda, durante a partida entre a seleção búlgara e Inglaterra, pela Liga Europa.

Agora, segundo o Ministério do Interior búlgaro, 11 pessoas já foram presas por conta desses incidentes, enquanto que a polícia segue buscando por outros cinco torcedores.

A partida, que terminou com uma goleada da Inglaterra por 6 a 0, foi interrompida duas vezes no primeiro tempo diante da atitude violenta de alguns torcedores, que também fizeram saudação nazista e levaram camisetas com o lema “No Respect”.

As primeiras detenções ocorreram na última quarta-feira, quando a polícia prendeu um total de seis pessoas, após depoimento de várias testemunhas e analisar as imagens das câmeras de segurança do Estádio Nacional, em Sófia.

Das seis pessoas detidas, apenas uma, um jovem de 18 anos, segue sob custódia policial, enquanto o restante foi colocado em liberdade e pagará uma multa, explicou a porta-voz do ministério.

Este escândalo levou à renúncia do presidente da Federação Búlgara de Futebol, Borislav Mihaylov.

* Com informações da EFE