Polícia prende 14 pessoas em Madri em operação na final da Champions League

  • Por Jovem Pan
  • 02/06/2019 13h18 - Atualizado em 02/06/2019 13h19
EFE/EPA/JON SUPERAo todo, quase 5 mil homens das forças de segurança locais foram deslocadas para atuar no jogo

A Polícia Nacional Espanhola montou uma operação especial para atuar em Madri neste final de semana devido à final da Champions League, disputada no sábado (1º), em que o Liverpool bateu o Tottenham por 2 a 0. No total, foram presas 14 pessoas.

Fontes do comando contaram que foram registrados quatro detidos entre o apito final da decisão, no estádio Wanda Metropolitano, e às 7h (locais) deste domingo (2), três deles por envolvimento em uma mesma briga. O quarto indivíduo foi preso após tentar entrar em um apartamento, no bairro Lavapiés, garantindo que se tratava do imóvel que tinha alugado. Diante da resistência dos moradores, decidiu derrubar a porta.

Os outros 10 foram detidos entre sexta-feira (31) à tarde e o início da partida por provocar distúrbios, pelo crime de cambismo e também pelo porte de drogas.

Ao todo, quase 5 mil homens das forças de segurança locais foram deslocadas para atuar no jogo. Este foi o maior efetivo montado em Madri por causa de uma partida de futebol.

*Com Estadão Conteúdo