Portugal convoca Cristiano Ronaldo e técnico promete 4 vitórias nas Eliminatórias

  • Por Estadão Conteúdo
  • 24/08/2017 11h07

Fernando Santos e Cristiano Ronaldo durante treino da seleção portuguesa

Portugal ocupa a segunda colocação do Grupo B das Eliminatórias Europeias

Um dia depois de garantir ao Real Madrid a conquista de mais um título ao marcar o golaço que definiu a vitória por 2 a 1 sobre a Fiorentina na final do Troféu Santiago Bernabéu, torneio amistoso promovido anualmente pelo time espanhol, Cristiano Ronaldo foi confirmado nesta quinta-feira (24) na lista de jogadores convocados pelo técnico Fernando Santos para os dois próximos jogos da seleção portuguesa nas Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018.

Assim, o astro foi confirmado para atuar pela equipe nacional novamente após ter defendido o seu país anteriormente na Copa das Confederações, realizada em junho, na Rússia, onde a equipe lusa terminou a competição da Fifa em terceiro lugar.

Portugal terá como próximo desafio nas Eliminatórias a partida diante de Ilhas Faroe, no dia 31, em casa, e no dia 3 de setembro vai encarar a Hungria, em Budapeste, respectivamente pela sétima e oitava rodadas do Grupo B do qualificatório do Velho Continente ao Mundial.

A seleção portuguesa ocupa hoje a segunda posição desta chave, com 15 pontos, três atrás da Suíça, e apenas os líderes de cada grupo garantirão classificação direta para a Copa. Já os segundos colocados terão de disputar um playoff por vaga na competição que será realizada em solo russo no próximo ano.

Fernando Santos deixou claro que não pretende ver os atuais campeões europeus precisando jogar este playoff e ressaltou a importância de os portugueses conquistarem lugar na Copa como líderes do Grupo B, no qual o time nacional ainda possuiu quatro jogos a disputar. Após estes dois próximos, Portugal vai enfrentar Andorra, fora de casa, e justamente a líder Suíça, como mandante, respectivamente nos dias 7 e 10 de outubro.

“Não apenas estes jogos (contra Ilhas Faroe e Hungria), mas os quatro que ainda temos por disputar para atingir o objetivo da seleção nacional, que é o de estar na Rússia e em classificação direta. Acredito que iremos conseguir e temos de provar isso em campo. Jogo com a Hungria é de grau de dificuldade elevado, as Ilhas Faroe são um adversário de respeito. Portugal é melhor, mas o favoritismo demonstra-se em campo”, ressaltou o treinador, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, na qual também exibiu convicção de que os portugueses precisarão ganhar os quatro próximos jogos e prometeu obter estes quatro triunfos para assegurar vaga direta ao Mundial.

“Não acredito que a Suíça vá perder pontos e temos de ganhar os quatro jogos. Só no jogo conosco irá perder os três pontos e esse será o momento decisivo. Portugal também não irá perder pontos”, ressaltou o comandante, confiante.

Grande nome desta convocação, Cristiano Ronaldo decidiu a vitória de virada do Real Madrid na última quarta-feira já aos 32 minutos do primeiro tempo. Em uma investida pelo lado esquerdo do ataque, o craque invadiu a área da Fiorentina, cortou para o meio e acertou o ângulo do goleiro adversário.

Suspenso por acúmulo de cartões amarelos, o lateral Nelson Semedo, do Barcelona, acabou ficando fora desta convocação de Portugal. Reforço contratado recentemente pelo clube espanhol, o jogador ficou em evidência no início de sua passagem pelo time ao se envolver em uma briga com Neymar, hoje no Paris Saint-Germain, em um treino na pré-temporada do time catalão nos Estados Unidos.

Já entre as novidades da convocação aparecem o lateral-direito Fabio Coentrão, que trocou o Real pelo Sporting, de Lisboa, e o zagueiro Pepe, outro que deixou a equipe madrilenha e hoje veste a camisa do Besiktas, da Turquia.

Confira a lista de convocados de Portugal:

Goleiros – Beto (Gozpete), Bruno Varela (Benfica) e Rui Patrício (Sporting).

Defensores – Bruno Alves (Glasgow Rangers), Cédric Soares (Southampton), Eliseu (Benfica), Fábio Coentrão (Sporting), João Cancelo (Inter), José Fonte (West Ham) e Pepe (Besiktas).

Meio-campistas – Adrien Silva (Sporting), André Gomes (Barcelona), Danilo Pereira (Porto), João Mário (Inter de Milão), João Moutinho (Monaco), Pizzi (Benfica) e William Carvalho (Sporting).

Atacantes – André Silva (Milan), Bernardo Silva (Manchester City), Bruma (RB Leipzig), Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Gelson Martins (Sporting), Nélson Oliveira (Norwich) e Ricardo Quaresma (Besiktas).