Presidente confirma permanência de treinador e dispara contra o Atlético-MG: ‘Antiético’

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2019 18h45
Divulgação CAPTiago Nunes era o principal alvo do Atlético-MG para substituir Levir Culpi

Alvo do Atlético-MG após a demissão de Levir Culpi, o técnico Tiago Nunes, do Athletico Paranaense, vai continuar trabalhando no clube paranaense. No início da noite desta sexta-feira (12), o presidente do conselho deliberativo do Furacão, Mário Celso Petraglia, cconfirmou a permanência do comandante e atacou o Galo pelo Twitter.

“Incrível, é verdade, o “Mineiro” de forma antiética fez proposta milionária ao nosso técnico TNunes! O próprio presidente, seu vice e o traria Rui Costa participaram em viva voz do telefonema!Desespero total!  Esqueceram eles que o TN é de homem de palavra trabalha no Paranaense”, publicou Petraglia, que teve sua mensagem compartilhada pelo perfil oficial do clube com o comentário: “Ele fica”.

O Atlético-MG demitiu Levir Culpi na última quinta-feira (11), após o time ser goleada na Libertadores da América. No mesmo dia, o clube mineiro entrou em contato com o treinador Tiago Nunes, do Athletico-PR, oferecendo um salário superior ao que é pago pelos paranaenses. Apesar da oferta e insistência, o desfecho da negociação não foi favorável para o Galo.

Resposta

O Atlético-MG também utilizou o Twitter para explicar a negociação com o técnico Tiago Nunes e rebater o presidente do conselho deliberativo do Athletico Paranaense, Mário Celso Petraglia:

“Não foi bem assim. O treinador nos foi oferecido por seu empresário e provavelmente usou desse expediente pra ganhar um expressivo aumento. É inacreditável que o Petraglia esteja há 50 anos no futebol e não tenha aprendido como funciona!”.

A mensagem publicada no perfil oficial do clube mineiro foi compartilhada pelo vice-presidente do Galo, Lásaro Cândido da Cunha.