Presidente do Atlético-GO defende contratação de Jean: ‘Clube de família’

  • Por Jovem Pan
  • 13/01/2020 18h21
Roberto Vazquez/Futura Press/Agência EstadãoGoleiro Jean

Adson Batista, presidente do Atlético-GO, concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (13) para confirmar a contratação do goleiro Jean, ex-São Paulo, acusado de agredir a esposa durante viagem aos Estados Unidos.

Assim que a notícia da contratação de Jean foi divulgada, diversos torcedores do Atlético-GO e outros clubes se manifestaram contrários nas redes sociais. Por outro lado, Adson Batista defendeu a chegada do goleiro ao clube goiano.

“Estou aqui para comunicar que o Atlético contratou o Jean que vem com um problema familiar, uma questão que não apoiamos, mas entendemos que é um grande atleta e uma grande oportunidade e eu sou amigo do empresário dele e conseguimos efetivar essa contratação por entender que é um grande atleta e que todo ser humano merece ter oportunidae na vida. Todos temos problemas, todos nós erramos e o Atlético vai dar todo o respaldo para que ele possa conseguir retomar sua carreira, acredito muito no profissional”, iniciou o mandatário do Atlético-GO.

“O Atlético é um clube de família. Já tivemos problemas no passado e tomamos a atitude certa e vamos tomar de novo, é um grande profissional que sabe que não pode errar mais e cometer esses equívocos. Acreditamos que todo ser humano pode se recuperar. O Atlético vai dar toda a condição dele fazer um grande trabalho e o Atlético não podia perder essa oportunidade”, continuou.

Adson Batista reforçou que considera a chegada de Jean ao Dragão como uma “grande contratação”.

“Quem de nós podemos atirar a primeira pedra? Todos erramos. Espero que as pessoas contrárias entendam que todo ser humano passa por problemas e espero que as pessoas não venham fazer sensacionalismo dessa situação. É um jogador de altíssimo nível e o Atlético fez uma grande contratação. O Atlético não é um clube que está aqui pra perseguir ninguém e só ver a parte pior da pessoa. Daremos todo o respaldo pra ele”, finalizou.