Protestos contra Piqué em treino da seleção são destaque em jornais pela Espanha

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2017 08h35 - Atualizado em 03/10/2017 10h08
Chema Moya / EFEPiqué foi alvo de vaias e protestos durante treino da Espanha

O zagueiro Piqué, uma das vozes mais ativas a favor da independência da Catalunha no time do Barcelona, foi alvo de vaias e protestos no primeiro treino da seleção espanhola para os últimos jogos das Eliminatórias Europeias. Ele sequer falou com a imprensa na chegada ao CT e, no dia anterior, declarou que poderia aposentar-se da Fúria antes mesmo da Copa de 2018.

Para o jornal madrilenho Marca, a situação de Piqué na seleção chegou a um “nível alarmante” e tornou-se “insustentável”. A outra publicação da capital espanhola, o As, apenas destacou como tem sido a “semana de Piqué”.

Entre os diários esportivos da Catalunha, as críticas foram direcionadas aos torcedores e não ao zagueiro. O Mundo Deportivo chamou a situação de “tormenta”, enquanto o Sport tratou as vaias como “intoleráveis” e destacou outros atletas, como Pau Gasol e Rafael Nadal, que se posicionaram contra a truculência da polícia durante o referendo do último domingo (1).