Quase cinco anos após o 7 a 1 na Copa do Mundo, Fred admite ter sido um ‘cone’

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2019 18h30 - Atualizado em 07/02/2019 18h53
EFEFred foi um dos atletas mais criticados após o vexame no Mundial de 2014

Fred, camisa 9 da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014, revelou em uma entrevista ao SporTV, nesta quinta-feira (7), que a goleada por 7 a 1 sofrida para a Alemanha, pela semifinal, ainda lhe traz lembranças ruins. O atacante, que atualmente defende o Cruzeiro, admitiu também não ter tido um bom desempenho em campo durante o Mundial.

“Eu fui o cone da Copa. A única, além da minha família, que me abraçou, foi a torcida do Fluminense (time no qual jogava na época). Não tem como apagar”, disse o jogador, que só marcou um gol na competição – na goleada por 4 a 1 sobre Camarões, ainda pela fase de grupos. “Nosso time não estava jogando de forma coletiva. E eu sofri por causa disso”.

Fred lembrou ainda de detalhes da goleada sofrida para a Alemanha. O centroavante revelou que faltou humildade por parte da Seleção Brasileira. “Faltou um pouquinho de humildade para a gente, inclusive dentro do jogo. Lembro que estava 1 a 0 e todo mundo ‘vamos virar’, 2 a 0 e ‘vamos virar, vamos para cima’. E eu falei: ‘gente, vamos fechar a casinha”, comentou.

Para o atacante, a forma como a equipe jogou ofensivamente em 2014 era um resquício do que havia feito um ano antes na conquista da Copa das Confederações, também no Brasil – ganhou por 3 a 0 da Espanha, então campeã mundial e bi da Eurocopa, na final disputada no Maracanã. Na visão de Fred, a campanha deu uma falsa impressão sobre a Seleção.

“Lembro de uma reunião que o Felipão (técnico) fez em 2013. Eu levantei e falei que a gente tinha que saber sofrer, aí levantou Daniel Alves, Neymar e falaram ‘vamos para cima, somos o Brasil’ e não sei o quê. E a gente passou por cima de todo mundo, mas não pegamos uma Alemanha, uma Argentina. A gente é alimentado do que a gente viveu no passado”, ponderou.

Com informações de Agência Estado