Real volta a jogar mal e sofre, mas vence o Alavés pelo Espanhol

  • Por Estadão Conteúdo
  • 23/09/2017 13h56
Reprodução / Twitter / Real Madrid CFCeballos marcou os dois gols do Real Madrid neste sábado

O Real Madrid definitivamente não vive boa fase. Neste sábado (23), a equipe voltou a jogar mal, foi pressionado e precisou suar muito para derrotar o frágil Alavés por 2 a 1, fora de casa, pela sexta rodada do Campeonato Espanhol. O time da capital pode agradecer ao jovem Dani Ceballos, de 21 anos, autor dos dois gols e herói do triunfo.

Apesar do resultado, o Real segue longe do líder Barcelona, em quarto, com 11 pontos – o rival tem 15 e ainda atua na rodada. Na terça-feira (26), a equipe merengue volta a campo para um difícil duelo diante do Borussia Dortmund, na Alemanha, pela Liga dos Campeões. Já o Alavés é o penúltimo colocado do Espanhol, ainda sem pontuar, e visita o Levante no sábado que vem, dia 30.

Não foi desta vez que Zinedine Zidane viveu um confronto familiar, já que seu filho Enzo, emprestado pelo Real ao Alavés, sequer foi relacionado para a partida. Mas o treinador tinha preocupações maiores e viu seus comandados largarem bem aos nove minutos, quando Asensio recebeu de Cristiano Ronaldo pela esquerda e tocou para a área. Dani Ceballos recebeu, dividiu com a defesa e bateu para marcar o primeiro.

Mas foi só no primeiro tempo. O Real não se encontrava em campo e via Cristiano Ronaldo, inoperante, pouco ajudar. Lucas Vázquez e Nacho ainda perderam boas oportunidades, mas o time madrilenho pouco incomodava os donos da casa.

O Alavés, então, foi se soltando e conseguiu o empate aos 39 minutos. Munir recebeu pela direita e cruzou na cabeça de Manu Garcia, que finalizou no ângulo esquerdo de Navas para marcar apenas o primeiro gol da equipe no campeonato.

Só que a alegria durou pouco, porque o Real voltaria a ficar na frente apenas três minutos depois, contando com erro do adversário. Após cruzamento da direita, Pacheco tentou afastar o perigo mas se chocou com um zagueiro. Ceballos aproveitou a sobra e bateu da entrada da área no canto esquerdo.

O Real voltou ainda pior para a etapa final, mas viu Cristiano Ronaldo quase marcar um golaço em um lampejo. Aos 17 minutos, o craque recebeu pela direita, deu elástico no marcador e bateu de canhota, mesmo com pouco ângulo. A bola pegou curva e bateu na trave.

A partir daí, porém, o domínio foi do Alavés, que só não empatou porque a trave ajudou o Real. Aos 24 minutos, Pedraza arriscou da entrada da área, a bola desviou e tocou no travessão de Navas.

O Real respondeu aos 28, quando Pacheco voltou a falhar e entregou para Sergio Ramos, que isolou da marca do pênalti. Mas a equipe seria salva novamente pela sorte aos 30. Pedraza ganhou dividida de Varane e arrancou sozinho. De frente para Navas, tocou por baixo do goleiro. A bola mansamente tocou a trave.