Red Bull Bragantino bate a Ponte Preta e embola classificação no Grupo D

  • Por Jovem Pan
  • 09/03/2020 22h36 - Atualizado em 09/03/2020 22h38
MATHEUS RECHE/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOYtalo marcou os dois gols do Bragantino na partida

O Red Bull Bragantino retornou a liderança do Grupo D ao derrotar a Ponte Preta fora de casa nesta segunda-feira, por 2 a 1. Ytalo marcou os dois gols do clube de Bragança, enquanto Alisson Safira fez para os campineiros, que estão na zona de rebaixamento.

A vitória em Campinas foi a primeira do Bragantino como visitante no Paulistão. Até esta rodada, a nona do campeonato, o time havia empatado dois jogos e perdido outros dois. Agora, soma 14 pontos, e lidera o Grupo D, que conta com Guarani, 12 pontos, Ferroviária, 10 pontos e Corinthians, também com 10 pontos.

Já a Ponte Preta termina a rodada pela primeira vez na zona de rebaixamento, com os mesmos sete pontos do lanterna Oeste. O time conheceu seu sexto tropeço consecutivo, apenas um a menos que o Botafogo, primeiro fora da zona de degola.

A primeira boa defesa do goleiro foi aos 34 minutos, quando Matheus Jesus arriscou de fora da área. Após fazer o desvio, a bola bateu na trave antes de sair pela linha de fundo. Logo na sequência, Ivan pegou um arremate venenoso de falta de Vitinho.

A Ponte Preta, por outro lado, assustou uma única vez. Bruno Reis resolveu arriscar de fora da área e chutou rasteiro, rente à trave de Júlio César. De resto, esbarrou no sistema defensivo do rival e foi anulada com certa facilidade.

O segundo tempo começou com pressão do Bragantino. Ytalo, apagado até então, aproveitou o cruzamento da esquerda de Morato e, de carrinho, desviou para o fundo das redes, abrindo o placar no Moisés Lucarelli, aos nove minutos.

A Ponte sentiu o gol e deu ainda mais espaço para o Bragantino contra-atacar. Thonny Anderson, que acabara de sair do banco de reservas, cruzou na medida para Ytalo, que cabeceou para o fundo das redes, ampliando o marcador, aos 25 minutos.

Em desvantagem, a Ponte Preta se atirou ao ataque. Roger cabeceou e parou em um milagre de Júlio César com os pés. No fim, Alisson Safira aproveitou a sobra dentro da área para fazer 2 a 1, mas não conseguiu evitar a derrota da equipe campineira no Moisés Lucarelli.

Na próxima rodada, o Red Bull Bragantino enfrenta o Água Santa na sexta-feira, às 21h30, na Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Na segunda-feira, às 20h, a Ponte Preta faz o clássico contra o Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.