Rei de Copas, Independiente empata com o Flamengo e é bi da Sul-Americana

  • Por Jovem Pan com EFE
  • 13/12/2017 23h45 - Atualizado em 14/12/2017 00h10
DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOJogadores do Independiente comemoram o título da Copa Sul-Americana após empate contra o Flamengo no Maracanã

Conhecido como Rei de Copas pelos sete títulos da Libertadores da América, o Independiente honrou o apelido nesta quarta-feira (13) e impediu a festa da torcida rubro-negra ao empatar com o Flamengo em 1 a 1 no Maracanã e obter o bicampeonato da Sul-Americana.

Derrotado por 2 a 1 na ida, em Avellaneda, há uma semana, o Fla até saiu à frente no placar no Rio de Janeiro, com gol de Lucas Paquetá. Entretanto, ainda no primeiro tempo, Cuéllar cometeu pênalti, Barco converteu e marcou aquele que viria ser o gol do título.

Na etapa final, o Rubro-Negro carioca até pressionou, mas perdeu algumas chances, incluindo uma no último minuto, enquanto o Rojo soube segurar o placar favorável com velocidade nos contra-ataques e alguma catimba.

Maior vencedor da história da Libertadores, o Independiente, que em 2010 superou o Goiás na decisão, também passa a reinar na Sul-Americana, com dois troféus, mesmo número do Boca Juniors. De quebra, ainda reviveu uma página honrosa em sua história, voltando a ser campeão no Maracanã 22 anos depois de ter batido o próprio Flamengo na final da Supercopa da Libertadores.

Para o time carioca, o revés representa a manutenção de dois tabus: o de não obter um título internacional desde a Copa Mercosul de 1999 e o de nunca ter dado uma volta olímpica em casa em um torneio com clubes do exterior. Todas as conquistas foram obtidas fora de seus domínios.

O resultado no Maracanã influenciou na Libertadores do ano que vem. O Independiente, que ainda não tinha vaga, se classificou; o Vasco, que iria para a fase de grupos em caso de título do rival, terá de encarar a fase preliminar; e o Atlético-MG, apesar da comemoração após a última partida pelo Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio, acabou de fora.

Confusão

Antes de a bola rolar, houve bastante confusão na parte externa do Maracanã, e dezenas de torcedores conseguiram invadir o estádio sem serem barrados pela segurança. Durante a última madrugada, vândalos causaram confusão nas zonas sul e oeste do Rio de Janeiro na tentativa de atrapalhar o sono dos atletas do time argentino.

Confira a narração dos gols da partida entre Flamengo x Independiente: