Rivellino diz que Brasil perdeu Copa ‘mais fácil’ e cobra Tite: ‘precisa ser mais maleável’

  • Por Jovem Pan
  • 23/09/2018 14h43 - Atualizado em 23/09/2018 15h27
ReproduçãoRoberto Rivellino concedeu entrevista exclusiva à Rádio Jovem Pan na tarde deste domingo

Titular e um dos pilares da Seleção Brasileira tricampeã mundial em 1970, Roberto Rivellino não está satisfeito com os rumos que o selecionado nacional vem tomando. Em entrevista exclusiva à Rádio Jovem Pan neste domingo, o ex-jogador falou grosso e cobrou reflexões a Tite após, nas suas palavras, a perda da “Copa do Mundo mais fácil” da história.

“Está esquisito, né? (O Tite) convoca quem não pode, convoca quem pode… Está testando certos jogadores, buscando outros… Ele, que é o treinador, sabe o que é bom para ele. Mas acho quer tem de rever. Porque acho que ele aprendeu um pouco com a perda da Copa mais fácil. Para mim, era a Copa mais fácil”, afirmou.

Segundo Rivellino, o treinador não desenvolveu alternativas para possíveis imprevistos durante o Mundial. Na visão do ídolo, o modelo de jogo “engessado”, sem variações, custou caro ao Brasil na derrota por 2 a 1 para a Bélgica nas quartas de final.

“O Brasil tinha tudo para ser campeão, e o Tite não teve um Plano B. Isso que é importante servir de lição para ele, para mudar os conceitos dele e ser muito mais maleável, não ficar só no que ele acha que é certo. Tem muitas coisas que estão certas, é verdade, mas também tem muitas coisas que estão erradas”, analisou.

Sobre as recentes convocações da Seleção, Rivellino disse ter discordado do recrutamento de jogadores mais experientes. O ex-atleta do Corinthians e do Fluminense admitiu que esperava uma renovação maior já pensando na Copa do Mundo do Catar.

“Vamos ver, esperar. Vamos ver o que vai acontecer na Copa América… Vai dar para ter uma noção melhor. Só acho que o Tite tem convocado alguns jogadores que não vão jogar a Copa de 2022. O Miranda, por exemplo… Acho que não vai mais ter esse fôlego para jogar em alto nível até lá. Acho que o Tite poderia fazer uma renovação maior utilizando jogadores que vão poder disputar o próximo Mundial”, finalizou.

Confira a entrevista de Rivellino, na íntegra, no player abaixo!