Roni se manifesta sobre prisão e afirma confiar na Justiça: ‘Conhecem minha índole’

  • Por Jovem Pan
  • 27/05/2019 17h58
Delfim Vieira/Estadão ConteúdoRoni atuou pela Seleção Brasileira na Copa das Confederações de 1999, no México

O ex-jogador Roni se manifestou por meio de nota oficial nesta segunda-feira (27) a respeito de sua prisão, no último sábado (25), durante a partida entre Botafogo x Palmeiras, no Mané Garrincha, em Brasília.

Roni foi preso no estádio Mané Garrincha, durante a partida entre Botafogo x Palmeiras, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. O ex-atleta foi solto já no domingo (28), antes mesmo do término do período previsto da prisão temporária.

Na nota divulgada à imprensa, Roni afirmou que nunca precisou agir de má fé e que confia na Justiça para resolver as denúncias. O ex-atleta é acusado de fraudar borderô de diversos jogos para sonegar impostos.

Veja a nota na íntegra de Roni

“Venho por meio desta nota oficial manifestar minha total tranquilidade em relação às notícias dos últimos dias. Em toda a minha vida (profissional e pessoal), sempre pautei minhas ações com base na ética e na correção de caráter.

Não tenho dúvidas de que todos as medidas necessárias serão tomadas para que a compreensão dos fatos seja feita de maneira íntegra e nítida.

Nunca precisei agir de maneira desonesta em minha vida profissional. Meus êxitos do passado e presente são resultados de uma postura idônea e coerente com a minha linha de pensamento.

Agradeço imensamente as manifestações de apoio e suporte que recebi após o ocorrido. Tenho certeza de que essas pessoas conhecem minha índole e se manifestaram porque acreditam no meu caráter.

Fico à disposição para esclarecimentos outros que se fizerem necessários. Confio na Justiça do meu País.

Sem mais,

Roni Pereira Santos”