Santos sai na frente, mas cede o empate para o Cruzeiro no Mineirão

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 27/08/2017 20h53 - Atualizado em 27/08/2017 21h18
Bruno Henrique marcou o único gol do Santos no Mineirão

O Santos desperdiçou a oportunidade de encostar no Grêmio ao empatar com o Cruzeiro por 1 a 1 na noite deste domingo (27) no Mineirão, em Belo Horizonte.

Apesar de jogar fora de casa, o Santos foi para cima do Cruzeiro no início da partida. O time mineiro encontrou bastante dificuldade na armação das jogadas e viu a equipe visitante criar as principais chances na etapa inicial.

O primeiro gol saiu aos 23 minutos. Lucas Limas lançou para Copete nas costas de Murilo, na entrada da área pelo lado direito. Ele foi à linha de fundo e cruzou na cabeça de Bruno Henrique, que escorou para as redes.

O Cruzeiro seguia com dificuldade de criar e só teve uma boa oportunidade, em chute de fora da área de Thiago Neves, que Vanderlei defendeu. O Santos poderia ainda ter ampliado. Aos 42, Ricardo Oliveira recebeu no alto e tocou de cabeça para Bruno Henrique que, livre, chutou por cima do gol de Fábio.

O time mineiro voltou mais ligado no segundo tempo. Logo no início, Ezequiel recebeu na entrada da área e bateu com perigo. Pouco depois, aos 10, Lucas Silva acertou belo lançamento para Rafinha, que se esticou todo e desviou de carrinho, de primeira, para as redes.

A pressão dos anfitriões continuou e a virada não veio por pouco aos 24. Rafinha chegou a driblar Vanderlei, mas quis dar um toquinho por cima para as redes quando podia ter finalizado com força para marcar. Lucas Veríssimo, assim, teve tempo de aparecer na recuperação e, de cabeça, mandou para escanteio e evitou o gol a um passo da linha da meta.

O placar não altera as posições dos dois times neste Brasileirão. O Santos permanece na terceira colocação com 38 pontos, dois a menos que o Grêmio, que teve o seu jogo adiado. Já o Cruzeiro permanece na sexta posição, garantindo vaga para as fases iniciais da Libertadores, com 31 pontos.

O Santos volta a campo somente no dia 10 para receber o Corinthians na Vila, após a pausa para os jogos da Seleção. Já o Cruzeiro tem uma sequência de jogos decisivos até a próxima rodada do Brasileiro.

Nesta quarta-feira (30), os comandados de Mano Menezes enfrentam o Grêmio nas quartas de final da Copa da Primeira Liga e, no dia 7/9, encaram o Flamengo na partida de ida da decisão da Copa do Brasil.

Opinião Jovem Pan – Para o comentarista Bruno Prado, o empate por 1 a 1 acabou sendo o resultado mais justo diante do apresentado pelas duas equipes em Belo Horizonte.

Cruzeiro mereceu um pouquinho mais pelo segundo tempo, no primeiro o jogo foi bem equilibrado e o Santos aproveitou melhor as chances que teve. Cruzeiro melhor, mas também não foi uma superioridade absurda, não dá para dizer que foi uma injustiça tremenda o Cruzeiro não vencer o jogo”, analisou Bruno.