Atlético-MG e Santos empatam no Independência pela Copa do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 15/05/2019 21h35 - Atualizado em 16/05/2019 00h39
Ivan Storti/Santos FCSantos e Atlético-MG emparam em 0 x 0

Atlético-MG x Santos empataram por 0 x 0, na noite desta quarta-feira (15), no Independência, em Belo Horizonte, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. A definição do classificado ficou para o duelo de volta, no dia 6 de junho, no Pacaembu.

O primeiro tempo foi todo dominado pelo Santos, mas sem mudanças no placar. Era o time visitante quem controlava as ações diante do Atlético-MG. No início da partida, o Galo perdeu Fábio Santos, lesionado, e precisou improvisar Patric na lateral direita.

Aos 28 minutos, o Santos teve boa chance com Victor Ferraz, que bateu por cima após avançar com a bola, recuperada depois de um passe errado de Réver. O Atlético-MG mal aproveitava os espaços dados pelo Santos, só conseguindo finalizar após erros da defesa adversária – em uma delas, Ricardo Oliveira bateu para muito longe.

Quem seguiu criando chances foi o Santos, que quase marcou um golaço aos 39 minutos, quando Jean Mota, na esquerda da entrada da área, pedalou diante de Guga e chutou cruzado. Victor fez uma excelente defesa.

Segundo tempo

O Atlético-MG voltou melhor, mas tinha problemas para ser perigoso pelo bom desempenho do trio de zagueiros do Santos, e pela atuação apagada de Ricardo Oliveira. Rodrigo Santana promoveu a entrada de Cazares, que não atuava desde o primeiro duelo da decisão do Campeonato Mineiro.

O Atlético-MG, porém, sofreu uma nova baixa por lesão – Luan precisou ser substituído. E embora ainda tenha perdido uma chance com Elias, as trocas enfraqueceram o time, que acabou sendo dominado pelo Santos nos minutos finais, só ameaçando o rival no fim, em lances de bola parada.

No sábado, no Pacaembu, o Santos faz o clássico contra o Palmeiras. Já o Atlético-MG receberá o Flamengo, pela quinta rodada, no Independência.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 0 x 0 SANTOS

ATLÉTICO-MG – Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos (Patric); Zé Welison; Geuvânio (Cazares), Elias, Luan (Nathan) e Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana.

SANTOS – Everson; Lucas Veríssimo, Felipe Aguilar e Gustavo Henrique; Victor Ferraz, Diego Pituca, Jean Lucas e Jorge; Rodrygo (Cueva), Jean Mota e Derlis González (Soteldo). Técnico: Jorge Desio.

ÁRBITRO – Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC).

CARTÕES AMARELOS – José Welison e Elias.

RENDA – R$ 178.476,00.

PÚBLICO – 11.176 torcedores.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

*Com informações do Estadão Conteúdo