Com lei do ex, Santos perde para Galo e pode voltar à zona do rebaixamento

  • Por Jovem Pan
  • 12/08/2018 13h04
FERNANDO MORENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOAtacante Ricardo Oliveira marcou o segundo e o terceiro gols do Atlético Mineiro contra o Santos no Estádio Independência, em Minas Gerais, na manhã deste domingo (12)

O Santos perdeu por 3 a 1 para o Atlético Mineiro em Belo Horizonte na manhã deste domingo (12) e pode voltar à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ainda nesta rodada.

O meia Elias abriu o placar, o Peixe empatou com Gabriel Barbosa, ainda no primeiro tempo, e o atacante Ricardo Oliveira, que fez história em Santos, fechou o placar na etapa final a favor do Galo com dois gols: um de cabeça e um de cobertura. O Santos não quis renovar contrato com Oliveira no final do ano passado e até agora procura um centroavante de ofício para a posição.

Com a vitória em casa, no Estádio Independência, o Atlético Mineiro sobe para a quarta posição, com 30 pontos. O próximo jogo do Galo é contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, no próximo domingo (19).

O Santos permanece na boca do zona do rebaixamento, na 16ª posição, e pode entrar no Z-4 caso a Chapecoense (17º), com a mesma pontuação, ao menos empate com o Corinthians na Arena Condá, às 16h. O time da Vila soma oito derrotas, seis empates e apenas quatro vitórias em 18 jogos no Brasileirão.

O Santos fica em Minas Gerais e enfrenta o Cruzeiro na quarta-feira (15) no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil (perdeu o primeiro na baixada por 1 a 0). O próximo compromisso do Santos no Brasileiro é em casa, contra o Sport, na Vila Belmiro, no sábado (16).

O técnico Cuca tentará nesses próximos jogos obter sua primeira vitória no comando do Peixe – foram dois empates e duas derrotas até agora.

O jogo

O Atlético Mineiro mostrou sua superioridade no começo do jogo e dominou as jogadas ofensivas.

Logo aos 7 minutos de jogo, o meia Elias teve liberdade da entrada da área para chutar forte no canto direito de Vanderlei e abrir o placar.

O Santos reagiu ainda no primeiro tempo. Rodrygo fez bela jogada pela direita, entrou na área e chutou. A bola desviou e sobrou para Bruno Henrique, que rolou para Gabriel chutar forte e empatar.

Na segunda etapa, o Santos voltou melhor e chegou a criar algumas jogadas com boa troca de passes como há muito tempo tempo não se via. Mas sem efetividade.

E quem anotou o gol foi o Galo. Aos 25 minutos do segundo tempo, Cazares cruzou e Ricardo Oliveira se antecipou ao zagueiro santista Luiz Felipe para, sozinho, cabecear forte para o chão e marcar o segundo.

O Peixe se atirou ao ataque, mas não conseguia furar a consistente zaga do time da casa. Quem estava mais perto do gol foi o Galo, que quase marcou duas vezes em contra-ataques.

E não deu outra. No último minuto do jogo, Ricardo Oliveira recebeu bom passe de Luan por trás da zaga e tocou com estilo por cima de Vanderlei para fechar o marcador.