Com um a menos, Santos é superado pelo Atlético-GO na Copa do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 04/04/2019 21h15 - Atualizado em 04/04/2019 21h42
CARLOS COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Santos levou a pior no confronto de ida da terceira fase da Copa do Brasil contra o Atlético-GO, na noite desta quinta-feira (4). Jogando em Goiânia, o time comandado por Jorge Sampaoli não suportou a pressão do Dragão, especialmente após a expulsão de Gustavo Henrique, e perdeu pelo placar de 1 a 0.

O Peixe, que entrou em campo com uma formação alternativa, teve mais uma atuação irregular diante de um adversário que foi para o duelo com força máxima, mesmo estando envolvido no mata-mata do Campeonato Goiano.

E a estratégia dos donos da casa, somada ao apoio da torcida que compareceu em bom número no estádio Antônio Accioly, foi recompensada com um gol de Jorginho, no final da partida. Os times voltarão a se enfrentar na próxima quinta-feira (11), na reabertura da Vila Belmiro, que ficou fechada por aproximadamente três meses para obras de modernização.

Com o resultado desta quinta, os paulistas vão precisar de um triunfo por dois gols de diferença para avançar à quarta fase da competição nacional de mata-mata. Já o empate basta para os goianos se classificarem.

O jogo

Tendo Gustavo Henrique e Victor Ferraz como únicos titulares escalados, além do goleiro Everson, o escolhido por Sampaoli para jogar as copas, o Santos fez um primeiro tempo fraco com o Atlético-GO, exibindo falta de entrosamento entre os seus jogadores, incluindo o lateral-esquerdo Jorge, estreante da noite e que chamou a atenção por jogadas de efeito.

O Atlético-GO impôs forte marcação para tirar os espaços do Santos, que ainda assim conseguiu ocupar o campo de ataque, mas com dificuldades para criar oportunidades claras. Quando elas apareceram, Cueva, visto como contratação de maior impacto do Santos para 2019, mas que ainda não conseguiu se firmar no time, perdeu duas boas chances nos primeiros 45 minutos, depois de jogadas construídas por Rodrygo.

Já Everson teve um certo trabalho com as peças ofensivas do Atlético-GO, sendo a principal delas já nos acréscimos, quando o time pressionava e quase marcou em cabeceio do atacante Pedro Raul.

A situação para o Santos não mudou na etapa final. Inclusive, piorou após Gustavo Henrique ser expulso, obrigando Jorge Sampaoli a recuar o time, trocando o atacante Rodrygo pelo zagueiro Luiz Felipe, em decisão questionável, pois o jovem era a peça mais perigosa do setor ofensivo.

Com isso, o Atlético-GO buscou se tornar mais ofensivo, trocando o volante Washington pelo atacante André Luís. Chegou a impor pressão por alguns minutos, quase marcando em chute de Jonathan, aos 27, que desviou em Lucas Veríssimo, no momento em que a preocupação santista era apenas em se defender.

Quando o time começou a sair para o campo de ataque, ainda que mais com a intenção de segurar o 0 a 0, foi vazado. Aos 36 minutos, Jonathan cruzou da esquerda para Jorginho marcar de cabeça e abrir o placar, no primeiro gol sofrido por Everson com a camisa do Santos – foi o seu quarto jogo. Já no fim, o time goiano se atrapalhou no ataque, com Reginaldo, e perdeu a chance de fazer 2 a 0. Mas levará a vantagem para a Vila Belmiro na próxima semana.

Confira a narração do gol:

Com informações de Agência Estado