Diretoria não cumpre promessa e salários seguem atrasados no Santos

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2019 16h45 - Atualizado em 25/03/2019 16h49
Ivan Storti/Santos FCNo sábado, o Santos bateu o Red Bull Brasil por 2 a 0 no estádio do Pacaembu

A promessa feita por Bruno Carbone, membro do Comitê de Gestão do Santos, após a reunião que definiu os detalhes das quartas de final do Campeonato Paulista na sede da Federação Paulista de Futebol, de que os salários atrasados do elenco seriam quitados não foi cumprida.

Nesta segunda-feira (25), o lateral-esquerdo do Peixe, Felipe Jonatan, confirmou durante sua entrevista coletiva no CT Rei Pelé que o clube alvinegro ainda não quitou o débito, mas que a diretoria assegurou que o pagamento acontecerá ainda esta semana.

“A gente teve uma conversa com a diretoria. Ele deram o aval de que vão regularizar nessa semana. Demos um voto de confiança na diretoria, sempre foram leais com a gente. Passaram que resolverão nessa semana”, afirmou.

Independentemente do problema, o Santos voltará a campo nesta terça-feira (26), quando vai enfrentar o Red Bull Brasil, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, às 20 horas. Como venceu na ida por 2 a 0, pode até perder por um gol de diferença para avançar no Paulistão.

Felipe Jonatan afirmou que o objetivo do Peixe é avançar à próxima fase, independentemente do resultado e do cenário para a sequência da competição estadual – em caso de vitória o Santos assegura a melhor campanha nas semifinais.

“Eu acho que temos que estar focados no jogo de volta. Temos grande vantagem, por termos saído com resultado positivo. Queremos liderança geral, sempre entraremos para vencer e pelos três pontos. Mas os pontos seguem contando e entraremos focados “, disse.

Com informações de Agência Estado